A derrota para o Chelsea no meio da semana, pela Champions, quebrou a invencibilidade do Ajax neste início de temporada. A torcida, no entanto, sabia que os Godenzonen precisavam levantar a cabeça rapidamente e lotaram o treino mais recente da equipe de Erik ten Hag. O motivo? Neste domingo, os Ajacieden encaravam o clássico contra o Feyenoord na Johan Cruyff Arena. O time correspondeu, ao afundar ainda mais os rivais na crise: ainda no primeiro tempo, abriram a goleada por 4 a 0. Prova total da superioridade dos líderes do Campeonato Holandês.

O Ajax entrou em campo com sangue nos olhos e precisou de pouquíssimo tempo para definir sua vitória. O primeiro tento saiu aos dois minutos. Quincy Promes passou e Hakim Ziyech apareceu na área para arrematar. Já aos sete, aconteceu o segundo, em cruzamento de David Neres para Nicolas Tagliafico aparecer como elemento surpresa. Neste momento, a apressada torcida Ajacieden pedia “dez” nas arquibancadas, relembrando os 10 a 0 do PSV sobre os rivais em 2010.

A fome do Ajax diminuiu e o Feyenoord chegou a ter um gol anulado. Foi a deixa para que os anfitriões acordassem pouco antes do intervalo. David Neres assinalou o mais bonito aos 37, ao gingar para cima do zagueiro e dar um leve toque na saída do goleiro Kenneth Vermeer. Três minutos depois, uma bola desviada por Donny van de Beek realçou os contornos da goleada na Johan Cruyff Arena. Segundo números da Opta, foi a primeira vez desde 1957 que o clube de Roterdã tomou quatro gols em 40 minutos pelo Campeonato Holandês.

A situação era tão difícil que, na volta ao segundo tempo, o técnico Jaap Stam trancou seu meio-campo com a entrada de Renato Tapia. Estancou a sangria. O Ajax seguiu no domínio da partida e não aliviava na hora de arrematar, mas parou nas defesas de Vermeer. Ao final, acabou por isso mesmo. Foi a maior goleada dos Ajacieden no clássico desde os 5 a 1 de novembro de 2009. Só não serviu de troco completo aos 6 a 2 dos rivais no último mês de janeiro, em noite que valeu a apoteose de Robin van Persie em seu último clássico.

O Ajax dispara na liderança da Eredivisie. A equipe chega aos 29 pontos, uma vantagem de seis pontos sobre o segundo colocado. Os Godenzonen foram ajudados pelo AZ, que goleou o PSV também por 4 a 0, em Eindhoven, neste domingo. Ambos aparecem logo abaixo na tabela, com 23 pontos e vantagem no saldo à equipe de Alkmaar. Já o Feyenoord repensa os seus rumos neste início de temporada desastroso. O time de Jaap Stam é o 12° colocado, com 14 pontos, cinco acima da zona de rebaixamento. O goleada no clássico é um baque daqueles – e poderia ter sido pior.

Classificações Sofascore Resultados