No último mês de agosto, o Boca Juniors ganhou um novo torcedor-símbolo. A imagem de Carlos Tevez acenando para um garotinho com Síndrome de Down na Bombonera, separados apenas por um vidro, rodou o mundo. A cena aconteceu durante a vitória dos xeneizes sobre o Talleres por 1 a 0 e rendeu mais a Santy, jovem fanático pelo clube. Após a partida, ele foi convidado para subir no ônibus da equipe e conhecer o elenco, tirando fotos com a maioria de seus ídolos. O carinho, de qualquer maneira, prevalece. E proporcionou mais uma bonita cena nesta quarta-feira, após o triunfo do Boca sobre o Cruzeiro na Copa Libertadores.

Pablo Pérez fez uma partida decisiva como raríssimas vezes na vida. Deu o passe para Mauro Zárate abrir o placar e, depois da expulsão contestável de Dedé, acertou um chutaço para fechar a conta à sua equipe. Ainda assim, não quis guardar a camisa de lembrança. Procurou Santy nas tribunas da Bombonera e jogou sua camiseta ao menino. Daquelas cenas que falam por si e deixam um bocado de esperança: