Erling Haaland é uma das maiores sensações do futebol europeu nesta temporada. Depois de fazer a primeira metade da temporada pelo Red Bull Salzburg, assombrando a Europa, ele se transferiu para o Borussia Dortmund. No novo clube, em uma liga mais forte, ele continua brilhando. Até aqui, são 30 jogos e 40 gols marcados, além de oito assistências. E embora seja norueguês de passaporte, é inglês de nascimento. Nasceu em Leeds, onde seu pai jogava, e cresceu idolatrando o espanhol Michu, que jogou pelo Swansea. E foi legal ver os dois trocando carinho pelo Twitter.

Michu, atualmente com 33 anos, teve uma passagem marcante pela Premier League. Formado pelo Oviedo, passou pelo Celta e Rayo Vallecano, até ser vendido ao Swansea em 2012. A sua primeira temporada pelo clube galês foi de tirar o fôlego. Como o próprio Haaland compartilhou no seu Twitter, foram 43 jogos, 22 gols, a conquista da Copa da Liga e eleito o jogador do ano.

O site Squawka colocou as estatísticas do espanhol naquela temporada e escreveu: “O homem que inspirou Erling Haaland”. O próprio Haaland retuitou com os dizeres: “As ruas nunca vão esquecer”.

Haaland falou algumas vezes sobre a sua idolatria por Michu, pelo atacante que ele foi. Antes do jogo entre Borussia Dortmund e PSG, na última semana, Michu comentou sobre a idolatria do agora astro. Haaland publicava no Instagram suas fotos e marcava o atacante espanhol, a sua referência. Curiosamente, ambos são centroavantes canhotos.

“É uma honra. Ele é um jogadoraço. Acredito que vai ser um craque mundial”, afirmou Michu, ao ser questionado pelo jornal AS. E foi além, com muita modéstia: “Ele é um jogador muito melhor do que eu”, disse o ex-jogador, rindo.

O Burgos CF, time do qual Michu é diretor esportivo, publicou no Twitter uma mensagem com Michu e uma camisa personalizada do clube, com o nome do norueguês e o número 17, que ele veste no Borussia Dortmund. “Olá, Erling Haaland, seu amigo Michu quer te mandar um presente”, diz a mensagem. Haaland retuitou respondendo: “Uau! Que lenda!”.

É muito legal ver a humildade de Michu ao falar de Haaland. Os jogadores de futebol por vezes não têm a dimensão do que significam para tantas pessoas que não conhecem. Michu certamente nem sabia da existência daquele garoto norueguês, que ainda engatinhava na sua carreira nas categorias de base para tentar ser um profissional. Mesmo assim, foi uma referência para ele.

É por isso que tanto se fala sobre os jogadores serem mais conscientes do seu papel. Não é uma profissão comum. Um jogador, ou jogadora, está influenciando muitas outras pessoas que ela não sabe, muitas vezes em lugares muito distantes. No caso de Haaland, era um jogador que estava perto, no país que ele morava, mas que levou o que viu para a vida. Hoje, é Haaland que está na posição de ser uma influência e é importante que ele lembre disso. Atender com carinho os jogadores e passar mensagens bacanas pode ser muito importante para a vida das pessoas.