O gol da vida de Éderzito aconteceu naquela noite mágica em julho de 2016, quando garantiu o título da Eurocopa a Portugal com seu felicíssimo chute da entrada da área em Saint-Denis. O posto de herói não conferiu uma trajetória fácil ao centroavante, que sequer esteve na Copa do Mundo e, depois de deixar o Lille, esquenta o banco do Lokomotiv Moscou. O lusitano ainda não tinha balançado as redes a temporada que se inicia. Já nesta quarta, anotou o tento que, se não será lembrado como o principal de sua carreira, certamente figurará como o mais bonito. A alguém tão desprovido de habilidade quanto o grandalhão, até soa como um milagre o lance em que levanta a bola e vira um voleio espetacular. Valeu o empate no finalzinho do tempo regulamentar contra o Baltika Kaliningrado, pela Copa da Rússia, em vitória dos moscovitas por 3 a 2 na prorrogação. Para ver e rever: