E agora, Maradona? Messi superou sua marca

Messi fez três gols contra a Guatemala e ultrapassou a marca de Maradona pela seleção argentina; Batistuta deve ser o próximo a ficar para trás

Está difícil criar uma estatística em que Messi não seja recordista. Toda semana o argentino supera alguma marca, ganha algum prêmio ou mostra por a + b o quanto é superior aos demais.

Enquanto o tempo passa e ele bate números impressionantes de craques do passado, inevitavelmente as comparações acontecem. A mais frequente delas é com o maior ícone argentino no futebol: Diego Maradona. E ao menos nessa sexta, Messi já chegou um pouco mais perto do jogador que aprendeu a idolatrar e que teve como técnico na Copa de 2010.

Marcando três vezes contra a Guatemala em amistoso nesta sexta-feira, Messi passou a marca de 34 gols pela seleção argentina, conseguida por Maradona em 91 partidas. Convocado desde 2005 e com 82 jogos pela albiceleste no currículo, o camisa 10 do Barcelona chegou ao 35º gol pelo seu país e agora é o segundo goleador da Argentina ao lado de Hernán Crespo.

Entretanto, ainda precisa fazer 19 gols para alcançar Gabriel Batistuta, maior artilheiro da história da seleção argentina, com 56 em 78 aparições. Atrás de Batistuta estão Messi, Crespo (35), Maradona (34) e Artime (24). Aos 25 anos, alguém duvida que Messi não só ultrapasse, como pulverize o recorde de Batigol?

Artilheiros da seleção argentina