O atacante Paulo Dybala fez o que se espera de um jogador do seu calibre na Juventus. Diante do Young Boys, fora de casa, o argentino foi o grande destaque com três gols marcados, em uma vitória por 3 a 0. Decisivo como se espera dele, em um jogo que Cristiano Ronaldo não jogou, suspenso (e em meio a uma denúncia que emerge contra ele). Dybala teve um desempenho excelente, contanto também com uma boa partida coletiva do time comandado por Massimiliano Allegri.

LEIA TAMBÉM: O que sabemos sobre a acusação de estupro contra Cristiano Ronaldo

A Juventus atuou na prática com três zagueiros. Andrea Barzagli mais à direita, Leonardo Bonucci pelo meio e Mehdi Benatia pela esquerda. Alex Sandro, assim, teve mais liberdade para chegar ao ataque, assim como Juan Cuadrado, pela direita. No meio, Miralem Pjanic e Blaise Matuidi formaram a dupla de meio. Três jogadores formaram o ataque, com Dybala, Madzukic e Bernardeschi. O time dominou desde o começo e conseguiu marcar logo cedo, tornando a partida muito mais fácil.

Logo a cinco minutos de jogo, Bonucci fez o lançamento longo para Dybala, pegando a defesa do Young Boys desprevenida. Assim, ele dominou e, com agilidade, girou e tocou para o gol: 1 a 0. Aos 33 minutos, mais um gol dele, com o avanço do próprio camisa 10 com a bola pelo meio, abrindo para o lado direito, com Cuadrado. O colombiano voltou para o meio, onde Matuidi dominou e chutou forte. O goleiro rebateu e sobrou para Dybala: 2 a 0. E tome comemoração com a famosa “Dybala Mask”.

No segundo tempo, ainda em um ritmo bastante tranquilo para o time italiano, Dybala tratou de marcar mais um. E poderia ser mais de um. O gol que fechou a conta na Suíça veio de uma jogada bastante trabalhada com Dybala tocando para Mandzukic, que devolveu para Dybala tocar para Cuadrado. O colombiano então foi ao fundo e cruzou para Dybala, embaixo das traves, marcar mais um gol. Uma vitória tranquila de um time que conseguiu trabalhar muito bem a bola enquanto esteve em campo.

A vitória tranquila traz tranquilidade para a Juventus, que venceu também o primeiro duelo, contra o Valencia, e que foi igualmente fora de casa. Com duas vitórias contra os adversários em tese mais acessíveis, a Juventus irá para a próxima rodada da Champions League contra o Manchester United. Aliás, as próximas duas: primeiro em casa, em Turim, depois no famoso Old Trafford. Nos dois, deve ter a volta de Cristiano Ronaldo. Em tese.