Quase um duplo hat-trick de goleiro em goleada de 26 a 2? Aconteceu na Áustria

Se para alguns 7 a 1 foi pouco, para o Sturm Graz foi quase nada

Qualquer goleada impressiona simplesmente pela chuva de gols. Agora imagine um placar somado por um pênalti cobrado de letra e cinco gols marcados em 18 minutos… por um goleiro. Isso mesmo: pelo jogador que deveria ficar debaixo das traves. Esse foi o “eterno 26 a 2” que o Sturm Graz, time da primeira divisão do Campeonato Austríaco, aplicou diante da equipe amadora do Nestelbach, também da cidade de Graz, em partida amistosa.

LEIA TAMBÉM: Com menos investimento em estádios, grande preocupação francesa foi a segurança

Foi nesse pique que o time que ficou na quinta colocação do campeonato nacional começou a pré-temporada europeia. Quando o placar marcava 6 a 0 para eles, o árbitro apitou um pênalti para os favorecidos cobrarem. Roman Kienast, atacante da equipe tricampeã austríaca, pegou a bola sem pressa e, com muita categoria, bateu o pênalti de letra. Mas o juiz mandou voltar a jogada. Não que tenha acontecido alguma irregularidade na cobrança, mas o árbitro achou humilhante demais a forma como . Na segunda tentativa, Kienast, de cavadinha, anotou o sétimo tento.

E os comandados pelo técnico Franco Foda (sim) não pararam por aí, não. A bizarrice atingiu níveis extremos quando o goleiro Christian Gratzei decidiu jogar na linha e marcou cinco gols em 18 minutos. O arqueiro que estava em seu lugar ficou com inveja e também quis marcar o seu. Como o jogo estava muito fácil, disparou em direção ao ataque com a bola rolando e anotou o 11º gol.

Bom, mas isso aconteceu contra o time amador do Nestelbach (que, aliás, mostrou que tem muito, mas muito chão a percorrer se quiser mesmo se tornar profissional). O que ocorreu em campo não valia absolutamente nada, embora tenha valido só pela bizarrice dos lances, pelo clima descontraído e pelo pré-jogo, que foi embalado pelo som de uma bandinha típica.