Um dos protagonistas do título inédito do Chelsea na Liga dos Campeões, Didier Drogba afirmou que não sabia nem mesmo expressar sua alegria depois da conquista. O centroavante marcou o gol de empate dos Blues, aos 43 minutos do segundo tempo, e ficou incumbido de fechar a vitória na disputa por pênaltis contra o Bayern Munique.

“Estou muito orgulhoso de todos. Não foi fácil, mas eu acreditava que poderíamos chegar aos pênaltis. Não posso descrever este sentimento. É a primeira vez que sinto isso em minha vida, não sabia o que fazer”, declarou.

Titular em seis das 13 partidas do Chelsea na Liga dos Campeões, Drogba foi o artilheiro da equipe na competição, com seis gols marcados. O mafinense também esteve em campo na decisão da Champions 2007/08, quando os Blues foram derrotados para o Manchester United, quando foi expulso de campo já no fim do segundo tempo da prorrogação.

O atacante também comentou seu passado no clube para engrandecer o feito deste sábado: “É que fazemos há anos e anos, é o espírito que nós temos. Estou aqui no clube há oito anos e meus companheiros mostraram o caminho. Quando você é jogador do Chelsea, persiste até o fim. Tentamos passar isso aos jogadores mais jovens e o que aconteceu hoje é incrível”.

Quem também teve dificuldades para expressar seus sentimentos após a conquista foi o lateral Ashley Cole: “Eu estou sem palavras. Acho que nós poderíamos ter perdido, mas mantivemos a nossa sorte. Graças aos jogadores que temos, sempre acreditamos”.