Beto Yaqué chegou a jogar no Reggina, no Huracán e no Estudiantes, mas começou a carreira no Almagro, como o filho Nicolás, 22 anos. No último domingo, pela 36ª rodada da Primera B Metropolitana, o equivalente à terceira divisão da Argentina, o jovem fez um lance de rara habilidade para esse nível de divisão de acesso.

LEIA MAIS: O italiano que quer mudar o futebol das Américas, e acabar com a Libertadores que conhecemos

Na derrota por 1 a 0 para o Deportivo Morón, Yaqué fingiu que ia dar um passe de letra, mas parou a bola. Em seguida, passou-a pelas pernas do marcador. Na sequência, deu um segundo rolinho e, da entrada da área, deu um passe com a parte de fora do pé para o companheiro. A jogada terminou em um escanteio para o Almagro. Coisa fina.