A Juventus entrou em campo para enfrentar o lanterna do Campeonato Italiano, nesta segunda-feira, e não teve grandes problemas para alcançar sua 18ª vitória em 20 rodadas. Com uma bela jogada individual, Douglas Costa abriu o placar do 3 a 0 a favor do Chievo, com os outros gols marcados por Emre Can e Rugani e um pênalti perdido por Cristiano Ronaldo.

LEIA MAIS: Ancelotti: “Ser técnico de Zidane na Juventus mudou a minha ideia de futebol”

O Chievo é o último colocado da Serie A, mas estava no seu melhor momento da temporada. Em 29 de dezembro, derrotou o Frosinone, por 1 a 0, e alcançou a primeira vitória da campanha. Havia perdido apenas uma vez nas últimas oito rodadas – com seis empates. Mas não foi páreo para a Velha Senhora.

Douglas Costa saiu voando pela direita, recebeu a bola e avançou. Entrou na diagonal, limpou um marcador e, de fora da área, acertou o canto do goleiro Sorrentino. No final do primeiro tempo, foi a vez de Dybala arrancar. O passe, entre as pernas de Ivan Radovanovic, encontrou Emre Can dentro da área. Com um toque no canto, o placar estava 2 a 0 para os donos da casa.

O veterano goleiro Sorrentino fez oito defesas para tentar manter o Chievo no jogo, inclusive um pênalti batido por Ronaldo, aos 8 minutos do segundo tempo. O resultado foi definido além de qualquer dúvida aos 39, quando Bernardeschi, muito perigoso a noite inteira, cobrou falta na cabeça de Rugani: 3 a 0.

A Juventus tem 18 vitórias e dois empates em 20 rodadas. Lidera a Serie A com nove pontos de vantagem para o Napoli.