Dono do Leeds diz que teria oferecido € 20 milhões por Conte antes de contratar Bielsa

Andrea Radrizzani também tentou Claudio Ranieri e Roberto Martínez antes de, quase por acaso, abordar Marcelo Bielsa

Quatro jogos, quatro vitórias e 11 gols marcados. O começo de Marcelo Bielsa no Leeds é irrepreensível. O treinador argentino, porém, não foi a primeira escolha do dono do clube, o italiano Andrea Radrizzani. Nem a segunda e nem a terceira. O preferido era Antonio Conte, que negociava sua saída do Chelsea e pelo qual o empresário não pouparia esforços para contratar.

Tendo ganhando a Premier League um ano atrás, Conte naturalmente seria um treinador muito acima das possibilidades de qualquer equipe da segunda divisão e exigiria um esforço financeiro monumental para embarcar na empreitada. “Não escondo que fiz uma tentativa por Conte. Tenho uma fraqueza por ele. Para convencê-lo, teria oferecido até € 20 milhões (provavelmente por ano). Uma proposta chocante, mas, com ele, o acesso à Premier League teria sido assegurado”, explicou, em entrevista à Gazzetta dello Sport.

Radrizzani sondou Claudio Ranieri, ex-treinador do Nantes e também campeão inglês, mas descobriu que o veterano aguarda uma proposta do Campeonato Italiano. Buscou Roberto Martínez, comandante da Bélgica, mas a liberação da seleção era difícil demais. E, então, voltou-se a Marcelo Bielsa, quase que por acaso.

“Tudo nasceu de uma forma quase casual. Estava no carro com Victor Orta (diretor esportivo do Leeds) falando sobre possíveis treinadores. Ele me disse: ‘Bielsa seria o melhor, mas é impossível’. Telefonei para ele, sem resposta. No dia seguinte, Orta me disse que conseguiu conversar com ele que, naquele intervalo, já havia assistido a sete partidas do nosso time em um único dia”, disse.

Radrizzani marcou uma reunião com Bielsa em Buenos Aires, em tempo suficiente para que o argentino visse mais 10 jogos do Leeds. “Conversamos por dez horas consecutivas e ele me conquistou com suas ideias. Ele já conhecia os nomes e as características de todos os jogadores, inclusive os caras do time reserva”, contou.

Bielsa e sua comissão técnica acabaram custando € 3 milhões. “É um esforço econômico certamente importante, mas não temos dúvidas sobre o investimento. Estamos extremamente satisfeitos com Bielsa. Escolhemos um dos melhores do mundo”, encerrou.