O RB Leipzig já desperdiçara pontos em casa na fase de grupos da Champions League e quase cometeu o mesmo erro nesta quarta-feira. Os Touros Vermelhos recebiam o Benfica na Red Bull Arena e permitiram ao lanterna do Grupo G abrir dois gols de vantagem, o que deixava a situação dos alemães em risco na chave, mesmo com a liderança mantida. No entanto, embora não tenha alcançado a vitória, o que fica mesmo é o poder de reação da equipe de Julian Nagelsmann. Emil Forsberg chamou a responsabilidade para si e marcou dois gols após os 44 do segundo tempo, que valeram o empate por 2 a 2. O resultado classificou o Leipzig por antecipação e também eliminou o Benfica.

Enquanto o Leipzig dominava a posse de bola na Red Bull Arena, o Benfica aproveitava para contra-atacar. E foi assim que os encarnados esboçaram a vitória a partir do primeiro tempo. O gol inaugural saiu aos 20 minutos, em lance rápido, no qual Pizzi definiu dentro da área uma sobra de bola. A pressão, de qualquer forma, era dos Touros Vermelhos. Odisseas Vlachodimos colecionava ótimas defesas e os alemães ainda tiveram um gol anulado.

O Benfica, mesmo assim, sentiu que o placar poderia ser mais confortável. Pouco antes do intervalo, Pizzi quase ampliou, em tiro desviado que bateu na trave. Já aos 13 do segundo tempo, Carlos Eduardo aumentou a diferença aos lusitanos. O brasileiro arrancou do círculo central e contou com um escorregão do zagueiro para ficar com o caminho livre até marcar. No lance, o goleiro Péter Gulácsi ainda se lesionou, dando lugar a Yvon Mvogo.

O Leipzig partiu com tudo na meia hora final. A equipe de Julian Nagelsmann finalizou 15 vezes nos últimos 30 minutos de jogo, mas a precisão não era das melhores. Patrick Schick foi uma importante alteração para dar presença de área ao time. Já do outro lado, a melhor oportunidade veio em ousado chute de Raúl de Tomás. O espanhol arriscou de antes da linha central e o golaço só não saiu porque Mvogo desviou com a ponta dos dedos.

Apesar do susto, os alemães não desistiriam e conseguiriam o resultado no apagar das luzes. Forsberg descontou aos 44, na cobrança de um pênalti sofrido por Schick. Já o gol que definiu o marcador veio aos 51, graças a um lance de Timo Werner pela esquerda. O atacante cruzou e Forsberg apareceu completamente livre na área, numa bobeira imensa dos marcadores. Subiu sozinho e desviou de cabeça para o fundo das redes.

O resultado assegura a classificação do Leipzig. Mesmo que Zenit e Lyon possam igualar os seus dez pontos, os Touros Vermelhos levam vantagem no empate triplo. Já os encarnados lamentam demais o resultado cedido. Uma vitória poderia dar a chance de até eliminarem o Leipzig. O empate, porém, não permite que avancem nem com o empate triplo contra Zenit e Lyon. No máximo, terão que se contentar com a Liga Europa.

Classificações Sofascore Resultados