Diretor de candidatura russa diz que não se desculpará

O coordenador da candidatura da Rússia a sede da Copa de 2018, Alexey Sorokin, disse que não se desculpará com a Inglaterra, em relação a declarações feitas durante entrevista ao diário russo Sport Express, criticando a candidatura do país a sediar o mesmo Mundial, na última semana.

Nesta terça, Sorokin alegou que, em sua opinião, não há necessidade para desculpas, em conferência: “Não sinto que o que eu disse originalmente requer uma desculpa. Estou certo de que há uma gravação disso, a qual, se preciso, terei de encontrar.”

Sorokin ainda estranhou a reclamação da candidatura inglesa à Fifa: “Estou surpreso disso [a reclamação] ser feito agora, a esta hora. O mundo do futebol tem outras preocupações para se focar.”

Finalmente, o diretor se explicou sobre as declarações, dizendo: “Há fraquezas, às quais muitas cidades estão sujeitas: Moscou, Londres, qualquer uma.”

Na entrevista, também referindo-se às investigações que a Fifa realiza sobre supostos subornos a dirigentes de seu Comitê Executivo, o russo disse: “Nós não entramos em subornos, embora tenhamos muito a dizer. Não é segredo, por exemplo, que Londres tem a mais alta taxa de crimes quando comparada com outras cidades europeias, e o nível mais alto de consumo de álcool entre jovens.”