O Sheffield United subiu à Premier League com um elenco modesto, graças a uma arrancada na reta final da segunda divisão, e a expectativa era que tivesse granes problemas na elite. Eles de fato existem, mas o time tem conseguido compensá-los com muita bravura e chega à quarta rodada da Premier League com cinco pontos, ao conseguir empatar com o Chelsea, em Stamford Bridge, após ter saído perdendo por 2 a 0.

A partida mostrou as faces das duas equipes neste começo de temporada. O Sheffield United mais uma vez não desistiu, como na estreia contra o Bournemouth, quando arranjou um gol de empate aos 43 minutos do segundo tempo, ou mesmo diante do Leicester, ao empatar na metade da etapa final antes de ser derrotado com um golaço de Harvey Barnes. Enquanto isso, o time de Frank Lampard mais uma vez oscilou demais ao longo da partida.

Tem sido essa a marca do começo do trabalho do ídolo dos Blues. Teve excelentes momentos contra o Manchester United e o Liverpool, pela Supercopa da Europa, mas o jogo escapou de suas mãos no segundo tempo. O United construiu em cima de um gol de pênalti e goleou por 4 a 0, com três gols depois do intervalo, e os Reds conseguiram levar a final europeia à disputa de penalidades, da qual saíram vencedores.

Contra o Leicester, o Chelsea foi melhor na etapa inicial e abriu o placar, mas levou o empate depois do descanso. A única vitória de Lampard até agora pelo clube em que tanto brilhou foi contra o Norwich, por 3 a 2, mas o também recém-promovido conseguiu empatar duas vezes – no primeiro tempo, é verdade – antes de Tammy Abraham garantir os três pontos.

Abraham, aliás, é a grande notícia deste começo de temporada, correspondendo à necessidade de gols do time do Chelsea. Chegou a quatro ao abrir 2 a 0 contra o Sheffield United, em duas jogadas muito oportunismo. Aproveitou que o goleiro Dean Henderson bateu roupa para marcar o primeiro e que a defesa adversária bateu cabeça para anotar o segundo.

O que parecia uma vitória tranquila tornou-se mais tensa logo no primeiro minuto o segundo tempo quando Callum Robinson descontou, após uma linda jogada de Enda Stevens, pela esquerda. E aos 44 minutos do segundo tempo, Robinson cruzou e Zouma desviou contra as próprias redes.