Depois de duas rodadas sem vencer no Campeonato Espanhol, além do empate com a Juventus na estreia da Champions, o Atlético de Madrid precisava dar uma resposta à sua torcida. O Mallorca parecia um bom adversário para os colchoneros retomarem os rumos, antes de encarar o Real Madrid no clássico do próximo sábado. E, a partir de um bom primeiro tempo, o time de Diego Simeone cumpriu sua missão. Sua dupla de ataque funcionou e construiu a vitória por 2 a 0 no Estádio Son Moix, que garante uma situação melhor na tabela às vésperas do clássico.

O bom começo do Atlético de Madrid foi essencial para a tranquilidade da equipe. Os rojiblancos dominavam a posse de bola e iam criando boas chances, tentando romper a defesa do Mallorca. O gol saiu aos 26 minutos, graças à força do Atleti nas bolas aéreas. A defesa até afastou inicialmente o escanteio cobrado por Koke, mas a sobra ficou com o meio-campista, que mandou de novo na área. Então, Diego Costa subiu no tempo correto e cabeceou para dentro. O sergipano encerrou sua seca de gols, que durava desde março.

Logo depois, João Félix tentou de bicicleta e a bola bateu no braço defensor, mas a marcação do pênalti não foi confirmada após a revisão no vídeo. Antes do intervalo, Santiago Arias ainda carimbou a trave e João Félix parou no goleiro Manolo Reina. O controle do Atlético só foi incomodado no início do segundo tempo, quando o Mallorca deu azar na tentativa de empatar. Num bate e rebate danado, Takefusa Kubo tentou, mas seu chute esbarrou por duas vezes na trave, com desvios em Arias e Jan Oblak. O susto deixou claro que o Atleti precisava do segundo gol, mesmo depois de cair de ritmo.

A vitória seria confirmada aos 19, a partir de uma falta cobrada na intermediária. O Atlético fez o cruzamento e a zaga afastou, até que João Félix aparecesse para o rebote. Dominou e bateu, vencendo o goleiro graças ao desvio no meio do caminho. O Mallorca tentaria sair mais para o ataque depois disso e até assustou os colchoneros. Oblak fez defesas seguras para evitar um problema maior. Quem não ajudou muito foi Álvaro Morata. O centroavante saiu do banco aos 24 e recebeu dois cartões amarelos consecutivos, menos de dez minutos depois. Ao menos, a desvantagem numérica não teve custos ao Atleti.

O primeiro tempo valeu o resultado ao Atlético de Madrid e alguns novatos se saíram bem. João Félix participou bastante no ataque. Enquanto isso, Renan Lodi fez uma partida segura na lateral esquerda, especialmente na contenção. É uma equipe que, depois da pré-temporada estrondosa, firma seus passos no Campeonato Espanhol. Ao término do jogo, o Atlético aparecia na liderança, com 13 pontos, mas aguardando os desdobramentos da rodada. Poderá jogar pelo topo contra o Real Madrid, no primeiro embate desde a histórica goleada por 7 a 3 no amistoso de julho.

Classificações Sofascore Resultados