Waldir Peres marca a história do São Paulo e da Seleção, além de outros clubes que defendeu. O eterno goleiro tricolor, falecido em 2017, foi instrumental na conquista do primeiro título brasileiro do clube e permanece como um dos maiores da meta são-paulina em todos os tempos. Sucesso que o levou à seleção brasileira e rendeu também momentos marcantes, como os dois pênaltis defendidos contra a Alemanha Ocidental em amistoso – uma trajetória que não pode ser resumida apenas a um lance infeliz no Mundial de 1982. E, um ano após o adeus de Waldir, o arqueiro ganha homenagem em forma de autobiografia, assinada por Jeanette Rozsas e produzida pela Editora Realejo, mas narrado em primeira pessoa com as lembranças do veterano.

‘O Moço que veio de Garça’ traz um relato feito por Waldir sobre a sua vida pessoal e profissional, desde a sua infância, passando pela iniciação no futebol, a vida como atleta profissional, os prazeres e os dissabores da vida de jogador, além de detalhes inéditos. No relato a Jeanette, Waldir contou como foram os dias de preparação à Copa de 1982 e revela seus sentimentos durante aquele Mundial. Waldir revela também quem foram seus maiores amigos no futebol e a influência de cada um em sua carreira.

O livro está disponível no site da Livraria FC, com frete grátis para todo o Brasil. Clique aqui para conferir.