Homofobia ainda é um assunto tabu quando se trata de futebol. É até comum ouvirmos que o futebol é machista, muitos admitem, mas também é comum ouvir que faz parte do espetáculo. A Vice fez uma excelente reportagem, bem montada neste curta que trata sobre o assunto com vários envolvidos no futebol, da imprensa à torcida, passando por jogadores. É um trabalho muito bem feito e que vale ser visto. Está no canal da Vice do Youtube e nós divulgamos por aqui também. Faz parte da série Brazika, que traz histórias do futebol brasileiro.

LEIA TAMBÉM: Por que “bicha” é xingamento?

Tá na TV em alto e bom som e quase nenhum jornalista comenta durante a transmissão. Tá na arquibancada, nas poucas gerais que ainda existem e, principalmente, nas cadeiras. Mas nenhum juiz para a partida por conta disso, nenhum jogador se posiciona depois do jogo. Ninguém parece ligar. Mas liga. A homofobia no futebol brasileiro vem sendo pauta de muita torcida pelo país e já entra nos debates de alguns programas esportivos. O host Murilo Megale foi entender como o futebol do primeiro escalão contribui negativamente ou positivamente para o assunto. Trocamos ideia com personagens da imprensa, ex-jogadores, capitão de clube grande e torcidas organizadas.