Diante do frágil Dundalk, garotos do Arsenal brilharam na Liga Europa

O Arsenal viveu uma noite bastante tranquila na Liga Europa. Diante do Dundalk, da Irlanda, os Gunners venceram por 3 a 0, sem precisar impor um ritmo forte. Com uma diferença técnica enorme, os ingleses até demoraram a abrir o placar, mas logo definiram o confronto e tudo ficou bem mais tranquilo.

LEIA TAMBÉM: Nos 50 anos de Van der Sar, 10 histórias desconhecidas sobre sua carreira

Mikel Arteta rodou bastante o elenco para a partida, até porque sabia que o desafio não era tão complicado assim. O goleiro islandês Rúnar Alex Rúnarsson, de 25 anos, teve a chance de começar jogando. Foi o seu primeiro jogo na temporada.

O time da casa comandou as ações desde o começo no Emirates Stadium, mas o primeiro gol só sairia no final da primeira etapa. Depois de uma cobrança de escanteio, o goleiro saiu muito mal, não conseguiu socar a bola, que ficou pipocando na pequena área. Edward Nketiah aproveitou e marcou 1 a 0, aos 41 minutos.

Nem deu tempo para respirar: um erro de passe de Dummingan deu a bola nos pés de Nketiah, que passou a Nicolas Pepé. Ele chutou, foi travado, e a bola sobrou para Joseph Willock apareceu e chutou forte, no alto, para marcar 2 a 0, aos 44.

Logo no começo do segundo tempo, o Arsenal aumentou o placar. Pépé recebeu de Willock na entra da área e chutou de pé direito, no alto. Acertou na gaveta, sem dar nem chance para o goleiro. Um golaço e 3 a 0 para o Arsenal no placar, com apenas um minuto do segundo tempo.

Depois disso, o Arsenal continuou rondando a área do Dundalk, mas sem correr demais. Trocava passes e balançava o time irlandês de um lado para o outro. Os visitantes, conscientes do que poderiam fazer, e especialmente do que não poderiam fazer, só se defendiam, com os 11 jogadores da intermediária defensiva para trás.

Sabendo que os três pontos estavam no bolso, o Arsenal só gastou o tempo. Deu até para o técnico Arteta colocar em campo Folarin Balogun, de 19 anos, jogador com muito potencial e que é visto como um atacante de futuro. Ele teve 16 minutos para jogar e tentou fazer alguma fumaça.

No fim, vitória tranquila e mais três pontos na bolsa do Arsenal, que soma seis nos dois jogos. O Molde, da Noruega, também tem seis pontos e é o próximo adversário dos Gunners, na próxima quinta-feira, no mesmo estádio Emirates.