Enquanto o Barcelona conquistava o mundo no Japão, o Atlético de Madrid dava vexame no Campeonato Espanhol. Em pleno Vicente Calderón, os colchoneros perderam por 2 a 0 para o Betis e, com o técnico Gregorio Manzano sob forte ameaça, ocupam a décima posição na Liga.

O Atlético de Madrid iniciou a partida pressionando e, antes dos primeiros cinco minutos de jogo, Falcao García desperdiçou duas boas chances, mandando a bola para fora. Aos 19 minutos, o goleiro Thibaut Courtois apareceria para defender bom tiro distante de Iriney, em resposta do Betis. Dez minutos depois, Beñat cobraria falta direto ao gol e tiraria tinta da trave dos colchoneros.

Apesar de terminar o primeiro tempo melhor, o Atlético sofreu o revés logo aos 10 minutos da segunda etapa. Alejandro Pozuelo passou por Álvaro Domínguez e, de frente para Courtois, não perdeu a chance de balançar as redes.

Aos 28 minutos, o Betis ficou com um jogador a menos, após Pozuelo receber o segundo cartão amarelo. Os colchoneros aproveitaram o momento e quase ampliaram no minuto seguinte, em grande defesa do goleiro Casto na batida de Adrián.

No último minuto, porém, Roque Santa Cruz evitou qualquer reação da equipe de Madri. O paraguaio recebeu na meia-lua e soltou a bomba, carimbando o travessão. O próprio atacante pegou o rebote, não perdoando desta vez.

Confira os jogos da 17ª rodada do Campeonato Espanhol:

Sábado, 17/dez
Sporting Gijón 1×2 Espanyol
Mallorca 1×2 Getafe
Athletic Bilbao 2×1 Zaragoza
Sevilla 2×6 Real Madrid

Domingo, 18/dez
Atlético Madrid 0x2 Bétis
Granada x Levante
Osasuña x Levante
Racing Santander x Real Sociedad
Valencia x Málaga