O melhor jogador do mundo é uma celebridade e é português. Mais do que isso, ele é muito vaidoso e precisará lidar com um mundo que tem desafios, como a crise de refugiados. Este é o enredo de “Diamantino”, filme de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt, que estreia nesta quinta-feira, 20 de dezembro. A película conquistou o grande prêmio da semana da crítica de Cannes e passou pelo Festival de Toronto, Mostra de Cinema de São Paulo e Festival do Rio. O filme trata de muitos assuntos que envolvem o futebol, mas vai muito além dele, como o culto à celebridade, o crescimento da extrema direita e a questão dos refugiados.

LEIA TAMBÉM: Dica de documentário: Bicha! A Homofobia no Futebol Brasileiro, da Vice

O filme é uma coprodução entre a portuguesa Maria & Mayer, a francesa Les Films du Belier e a brasileira Syndrome Films, de Daniel van Hoogstraten, que produziu o premiado filme “Fala Comigo”. A distribuição no Brasil é da Vitrine Filmes. Foi filmado em Portugal, onde também se passa a história. O jogador que é o protagonista do filme, Diamantino, interpretado pelo ator Carloto Cotta. Em crise depois de ser responsabilizado pelo fracasso recente do futebol português, ele busca um propósito para a vida, enquanto tem que lidar com as ambições das suas irmãs gêmeas, que vivem em função da sua imagem de celebridade.

Além de tratar das questões de refugiados, o filme ainda aborda outras questões atuais, como o neofascismo, mutações genéticas e a busca pela produção em laboratório de um gênio. A julgar pelo trailer, o filme parece uma crítica bastante satírica sobre tudo isso, como você mesmo pode assistir no vídeo abaixo.

Ficha Técnica:
direção: Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt
produzido por: Daniel van Hoogstraten, Justin Taurand e Maria João Mayer
produtora: Maria & Mayer (Portugal) / Les Films du Belier (França)
coprodução: Syndrome Films (Brasil)
roteiro: Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt
elenco: Carloto Cotta, Cleo Tavares, Anabela Moreira, Margarida Moreira, Joana Barrios, Maria Leite
direção de fotografia: Charles Ackley Anderson
direção de arte: Bruno Duarte e Cypress Cook
montagem: Raphaëlle Martin-Holger
edição de som: Daniel Turini e Fernando Henna
mixagem: Benjamin Viau
música original: Ulysse Klotz & Adriana Holtz