O Paris Saint-Germain poderia esperar uma partida difícil nesta sexta-feira, na abertura da rodada da Ligue 1. Os parisienses visitavam a Allianz Riviera e encaravam o Nice, que possui potencial, apesar da campanha morna até o momento. O triunfo por 4 a 1 terminou facilitado por Ángel Di María, que balançou as redes duas vezes e participou de mais dois gols. No entanto, outro personagem da noite quis roubar a cena do argentino: o árbitro. Foram ridículas as duas expulsões que o “monsieur” François Letexier impôs aos rubro-negros. Transformou uma vitória apertada em goleada.

Diante do mau começo do Nice na noite, Di María apareceu esmerilhando os anfitriões. Abriu o placar aos 15 minutos, aproveitando o péssimo posicionamento da defesa adversária para arrancar em contra-ataque. E ampliou aos 22, com uma cavadinha de rara beleza, na qual encobriu o goleiro Walter Benítez num complicado toque de primeira, sem muito ângulo. Os rubro-negros só acordaram para a vida depois disso. Mostraram que estavam vivos aos 22 do segundo tempo, quando Ignatius Ganago descontou, após uma bobeira coletiva da defesa parisiense.

O problema é que o Nice mal pôde sentir o gosto da reação. Aos 29, o árbitro entrou em cena. A expulsão de Wylan Cyprien já tinha sido inexplicável. O camisa 25 recebeu um empurrão no círculo central e reclamou. Normal, do jogo. Entretanto, o juiz resolveu puni-lo pela revolta e mostrou o segundo amarelo. Enquanto Letexier levantava o vermelho a Cyprien, Christophe Hérelle acertou um tapa de leve no rosto de Leandro Paredes. Um amarelo parecia de bom tamanho, mas o árbitro aplicou o vermelho direto, gerando mais revolta.

Com dois jogadores a mais e a defesa adversária aberta, o PSG terminou de cumprir seu serviço. Em mais uma jogada de Di María pela esquerda, Kylian Mbappé marcou na sobra. Já nos acréscimos, Di María puxou o contragolpe, abriu com Mbappé e o jovem entregou o presente a Mauro Icardi. Missão cumprida com êxito, apesar de todas as facilidades oferecidas pelo juiz. O PSG chega aos 24 pontos, na liderança da Ligue 1. Abre cinco de vantagem sobre o Nantes, segundo colocado, que visitará o Metz no sábado. Já o Nice é o nono, com 13 pontos.

Classificações Sofascore Resultados