Nem sempre fazer sucesso na base é garantia ter uma carreira sólida como profissional. Porém, não dá para negar a capacidade do Mundial Sub-20 em apresentar alguns nomes que podem fazer sucesso nos gramados no futuro. Em 2011, a Bola de Ouro ficou com o atacante Henrique, mas quem fez por merecer foi Oscar, que arrebentou na final. Hoje, o meia disputa a Copa das Confederações, assim como Fernando, outro titular daquele time.

Neste ano, a seleção brasileira caiu ainda na primeira fase do Sul-Americano Sub-20 e não disputará o Mundial, que começou nesta sexta, na Turquia. No entanto, a competição continua cheia de jogadores bastante interessantes. Espanha e França despontam como os europeus mais fortes, Chile e Colômbia vêm embalados e nunca é bom descartar os africanos. Nas próximas linhas, acompanhe dez nomes que devem atrair atenção nesta edição do torneio:

Paul Pogba – França
Meio-campista, 20 anos, Juventus

A grande revelação da Serie A na última temporada, Pogba vem em ascensão com a camisa da Juventus. Formado pelo Manchester United, chegou a Turim nesta temporada e não demorou a arranjar espaço no fortíssimo meio-campo bianconero. Dinâmico, combina vigor físico e qualidade no apoio ao ataque. Por sua experiência, é o capitão dos Bleus na competição e lidera um time de qualidade, que também tem Geoffrey Kondogbia (Sevilla), Kurt Zouma (Saint-Étienne) e Samuel Umtiti (Lyon).

Jesé Rodríguez – Espanha
Atacante, 20 anos, Real Madrid

1841469_w2Campeã europeia sub-19 em 2012, a Espanha pinta como franca favorita no Mundial Sub-20. E uma de suas principais estrelas é Jesé Rodríguez, nome badalado nas categorias de base do Real Madrid. O camisa 10 combina mobilidade e boa finalização, assumindo o posto de artilheiro do time. Não à toa, foi o goleador da segunda divisão espanhola na última temporada, com 22 tentos pelos merengues. Ao seu lado, outros nomes que merecem atenção são Óliver Torres (Atlético de Madrid), Suso (Liverpool) e Gerard Deulofeu (Barcelona).

Juan Fernando Quintero – Colômbia
Meio-campista, 20 anos, Genoa

Campeã do Sul-Americano Sub-20, a Colômbia teve em Juan Fernando Quintero seu melhor jogador. Camisa 10 do time, combinando potencial na armação e chegada ao ataque, o garoto já tinha rodagem pelo Envigado e pelo Atlético Nacional, antes de ser emprestado ao Pescara no último semestre. Agradou tanto que passou a ser procurado por outros clubes europeus e acabou assinando com o Genoa. Comparado a James Rodríguez, já fez sua estreia pela seleção principal. Também merece atenção o atacante Jhon Córdoba, do Jaguares de Chiapas.

Nico López – Uruguai
Atacante, 19 anos, Roma

Artilheiro do Sul-Americano Sub-20, Nico López é formado pela base do Nacional, mas acabou levado pela Roma em 2012. Chegou a disputar algumas partidas pela Serie A, lançado por Zdenek Zeman, e marcou um gol na estreia dos giallorossi na competição. Geralmente utilizado pelos lados do campo, “El Conejo” também demonstra boa capacidade de marcar gols. Atua ao lado de vários nomes que compuseram a base da Celeste vice-campeã no Mundial Sub-17 de 2011, como Mathías Cubero e Emiliano Velázquez.

Ángelo Henríquez – Chile
Atacante, 19 anos, Manchester United

angelo4_105757

O Chile fez boa campanha no Campeonato Sul-Americano Sub-20, mas não contava com a grande estrela de sua geração. Ángelo Henríquez é velho conhecido nas seleções de base e foi lançado por Jorge Sampaoli na Universidad de Chile. Sucesso suficiente para que Alex Ferguson o buscasse para o Manchester United no início da temporada. Atacante veloz e oportunista, tem ótima média de gols e promete formar uma dupla poderosa com Bryan Rabello – ambos já com partidas pela seleção principal chilena.

Saleh Gomaa – Egito
Meio-campista, 19 anos, Enppi

Um dos jogadores mais experientes neste Mundial Sub-20, disputou os Jogos Olímpicos e possui nove partidas pela seleção principal no currículo. Meio-campista bastante técnico e com boa qualidade no toque de bola, comandou os Faraós no título do Campeonato Africano Sub-20, marcando até mesmo um gol na decisão contra Gana. Não por menos, acabou eleito o melhor jogador da competição.

Kerim Frei – Turquia
Meio-campista, 19 anos, Fulham

A história de Kerim Frei é multinacional. Filho de pai turco e mãe marroquina, nasceu na Áustria e cresceu na Suíça. Embora tenha começado a carreira no Grasshopper e defendido algumas seleções de base suíças, optou pela cidadania turca após ser convocado para a seleção principal. Jogador de lado de campo, é o nome mais badalado dos anfitriões, ainda que não tenha conseguido se firmar no Fulham e no Cardiff City na última temporada.

Jesús Corona – México
Atacante, 20 anos, Monterrey

jesus-manuel-corona-seleccion-mexicana-610x250

Camisa 10 do México, Jesús Corona conduziu seu time ao título no Torneio Sub-20 da Concacaf e foi eleito o melhor jogador da competição. Não teve a mesma sorte no Torneio de Toulon, mas novamente foi escolhido o craque do certame. O meia compensa a baixa estatura com muita habilidade, tanto que já é nome constante entre os titulares do Monterrey – marcando inclusive dois gols no último Mundial de Clubes. Ao seu lado, tem o apoio de vários nomes campeões do Mundial Sub-17 em 2011, entre os quais o principal é Jonathan Espericueta.

André Gomes – Portugal
Meio-campista, 19 anos, Benfica

Nome em ascensão no Benfica, André Gomes é lançado aos poucos na equipe principal dos encarnados. Já na seleção, o meio-campista é bastante badalado, já acumulando uma convocação com o técnico Paulo Bento. Dono de bom porte físico e capacidade de ligar defesa e ataque, também costuma aparecer bem para finalizar. É a principal esperança de os portugueses repetirem uma campanha tão boa quanto a de 2011, quando foram vice-campeões.

Ross Barkley – Inglaterra
Meio-campista, 20 anos, Everton

Cria da aclamada base do Everton, Ross Barkley está no Goodison Park desde os 11 anos. Lançado na equipe principal dos Toffees em 2010, sofreu com as lesões e acabou sendo emprestado a Sheffield Wednesday e Leeds para ganhar rodagem. E se não tem grande sequência no clube de Liverpool, na seleção inglesa é unanimidade, passando por todas as categorias desde o sub-16. Entre os outros nomes conhecidos dos Three Lions estão Gael Bigirimana, do Newcastle, e Harry Kane, do Tottenham.