Poucos times conseguem vencer o Barcelona no Camp Nou, e neste sábado, o Alavés conseguiu alcançar esse feito. Venceu o atual campeão espanhol por 2 a 1, aproveitando a decisão de Luis Enrique de poupar alguns titulares, como Messi, Iniesta e Suárez, que entraram apenas no segundo tempo. O primeiro gol dos visitantes foi marcado por um brasileiro: Deyverson, atacante de 25 anos, que saiu do Mangaratibense, passou pelo futebol português, e chegou ao Alavés nesta temporada.

LEIA MAIS: Luis Enrique: “Punição ao Real e Atlético de Madrid é injusta”

Ano passado, o Mangaratibense estava disputando a segunda divisão do Campeonato Carioca e acabou rebaixado por não ter conseguido resolver suas pendências financeiras com a FERJ. Deveria disputar a Série C do estadual na atual temporada, mas não se inscreveu. Na época em que Deyverson deixou o Rio de Janeiro rumo a Portugal, em 2012, o clube também estava na Terceirona.

Deyverson foi contratado para o Benfica B, pelo qual disputou uma temporada. Foi ao Belenenses para jogar uma edição e meia do Campeonato Português. Foi bem nos últimos seis meses, com oito gols em 16 jogos. No entanto, em janeiro, foi emprestado para o Colônia. Quando voltou, foi repassado para o Levante. Na última temporada do Campeonato Espanhol, foi nove vezes às redes, em 33 partidas, e chegou a marcar na derrota em casa, por 3 a 1, contra o Real Madrid. Mas perdeu os quatro jogos contra os gigantes da Espanha.

Deyverson comemora seu gol contra o Real Madrid na última temporada (Foto: AP)
Deyverson comemora seu gol contra o Real Madrid na última temporada (Foto: AP)

A história começa diferente na atual temporada. Suspenso contra o Atlético de Madrid, na primeira rodada, foi titular contra o Sporting Gijón, mas saiu substituído já no intervalo. No Camp Nou, disputou os 90 minutos e abriu o placar, aos 39 minutos do primeiro tempo, antecipando-se a Mascherano dentro da área para completar o cruzamento de Kiko Femenía, que fez Digne dançar na ponta direita.

 

O Barcelona, como era de se esperar, dominava a partida naquela altura, mesmo com Suárez e Messi no banco de reservas. Paco Alcácer fez a sua estreia, formando o trio de ataque com Neymar e Turan, mas teve atuação discreta. Assim que o segundo tempo começou, o Barça empatou, com Mathieu, em cobrança de escanteio. O zagueiro teve a chance de virar, pouco depois, mas perdeu um gol incrível.

Por volta dos 15 minutos da etapa final, Luis Enrique começou a colocar os titulares em campo. Apesar da entrada de Messi, quem voltou a marcar foi o Alavés, com Ibai Gómez, em um lance que o próprio Deyverson poderia ter finalizado, mas o brasileiro achou que o companheiro estava melhor posicionado. Ainda entraram Iniesta e Suárez, mas os catalães não conseguiram reverter o placar e começarão a Champions League já com um tropeço no Campeonato Espanhol.