Os torcedores que foram à Red Bull Arena neste sábado, em Leipzig, saíram com sorrisos de orelha a orelha. Foi um massacre do time da casa, RB Leipzig, sobre o Mainz 05. Aliás, se fosse só 05 no placar seria bom para os visitantes. O time da casa goleou impiedosamente por 8 a 0, com cinco desses gols marcados ainda no primeiro tempo. O centroavante Timo Werner acabou brilhando intensamente com o chamado hat-trick de gols e de assistências. Sim, foram três gols e três assistências para o camisa 11.

O RB Leipzig começou já marcando aos cinco minutos. Jogada com Timo Werner no lado esquerdo e ele cruzou para Marcel Sabitzer, que completou para fazer 1 a 0. Houve então um período de certa calmaria. Não duraria tanto.

Aos 30 minutos, veio o segundo gol e o primeiro de Timo Werner. Poulsen puxou um contra-ataque rápido, tocou para Christopher Nkunku cruzou da esquerda e Werner colocou na rede, quase sem ângulo (mas também sem goleiro): 2 a 0. Cinco minutos depois, aos 35, foi a vez de inverter: Werner tocou para Nkunku, de fora da área, chutar bem e marcar 3 a 0. Aos 38, mais uma vez Yussuf Poulsen disparou pela direita e cruzou rasteiro para Marcel Halstenberg completar: 4 a 0.

Poderia acabar nisso, mas o primeiro tempo já teve o quinto. Poulsen tocou para Werner, que abriu para Sabitzer. Ele chutou e, no rebote, Poulsen marcou o seu: 5 a 0. Ainda no primeiro tempo. Te lembra alguma coisa?

O segundo tempo não foi muito melhor para o Mainz. Nkunku tocou para Werner entrar na área e chutar de canhota para ampliar: 6 a 0, aos três minutos. Aos cinco minutos, Timo Werner fez jogada de ponta pela esquerda e cruzou alto para Nordi Mukiele cabecear e marcar 7 a 0. Sim, 7 a 0.

O último gol foi só já nos minutos finais. Aos 42, Lukas Klostermann aproveitou uma lambança da defesa para avançar até a linha de fundo, já dentro da área, e só rolar para Timo Werner fechar a conta em Leipzig: 8 a 0.

O mais impressionante é que o volume de jogo do Leizpig foi tão grande que poderia ter sido até mais. Foram 18 chutes a gol, sendo 12 deles certos. Foram seis boas chances para marcar. O Mainz não existiu em campo. Ficou com a bola só 33% do tempo, contra 67% do RB Leipzig. Chutou nove veze as gol, duas certas. Teve uma chance no jogo. E desperdiçou – ao contrário do Brasil com Oscar, não é mesmo?

O time de Julian Nagelsmann chega a 18 pontos em 10 jogos, com cinco vitórias, três empates e duas derrotas (veja a tabela abaixo). Apesar dos três gols, Timo Werner não é o artilheiro da Bundesliga. Este é Robert Lewandowski, que tem 14 gols em 10 jogos. Um fenômeno. Werner tem números incríveis também, com nove gols em 10 jogos.

Standings provided by Sofascore LiveScore