O avião que carregava o atacante Emiliano Sala, da França ao Reino Unido, foi encontrado no Canal da Mancha. A informação, inicialmente publicada pela emissora de televisão britânica Sky Sports, foi confirmada por um porta-voz da Agência Britânica de Investigação de Acidentes Aéreos (AAIB), à agência de notícias AFP. Não foi informado se os corpos dos desaparecidos foram encontrados juntos aos destroços.

LEIA MAIS: A emoção transbordou os olhos no primeiro jogo do Nantes em casa desde o desaparecimento de Sala

Contratado do Nantes pelo Cardiff, Sala viajava ao Reino Unido para assinar contrato com o clube da Premier League quando o seu avião desapareceu. As autoridades interromperam as buscas três dias depois, quando consideraram que era extremamente improvável que o jogador e o piloto David Ibbotson ainda estivessem vivos.

Com a ajuda de financiamento coletivo recolhido pela internet, a família de Sala contratou uma equipe privada para continuar as buscas, liderada pelo cientista marinho David Mearns. Segundo a Sky Sports, os destroços do avião foram encontrados 38 quilômetros ao norte da ilha de Guernsey, próxima à costa francesa.

Pelo Twitter, Mearns informou que o avião foi encontrado na manhã deste domingo e que as famílias de Sala e Ibbotson foram notificadas. “Nesta noite, todos nossos pensamentos estão com as famílias e os amigos de Emiliano e David”, escreveu o cientista.

Na última quarta-feira, assentos que seriam do avião de Sala foram encontrados perto da costa da França. Trabalhando em uma área de 6 quilômetros quadrados, Mearns iniciou as buscas. Quando encontrou os destroços, informou a AAIB, que, segundo a BBC, começará a operação de recuperação da aeronave. A agência britânica deve emitir um comunicado com atualizações nesta segunda-feira.