Destaque do Sassuolo e da Itália, Locatelli admite: “Eu não estava preparado no Milan”

Aos 22 anos, Locatelli admite que não conseguiu lidar com a expectativa criada no Milan e se reencontrou no Sassuolo

O Sassuolo tem sido um dos destaques da Serie A nesta temporada, com bom futebol e campanha entre os primeiros na tabela. Entre os seus jogadores que têm brilhado está Manuel Locatelli, de 22 anos. O jogador foi contratado em julho de 2019, vindo do Milan, por €12,5 milhões. No clube rossonero, surgiu como uma grande promessa, mas não conseguiu se firmar. Para o meio-campista, ele não estava pronto e ressaltou a importância do seu atual treinador, Roberto De Zerbi, para o seu crescimento.

[foo_related_posts]

“O técnico mudou a minha vida. Eu sou visto como um jogador diferente e outra pessoa, melhor. Ele tem o mérito de me ajudar a amadurecer e jogar no meu melhor em campo”, afirmou Locatelli à Gazzetta dello Sport. O volante tem atuado à frente da defesa do Sassuolo, ora como um volante recuado, ora como meio-campista central, um pouco mais à frente.

Locatelli se destacou a tal ponto que foi chamado pelo técnico Roberto Mancini à seleção italiana. Estreou contra a Holanda, em setembro, e jogou também em outubro, nos jogos contra Moldávia, Polônia e voltou a campo contra a Holanda. O jogador é presença constante nas seleções de base, com jogos pelo sub-15, sub-16, sub-17, sub-19 e sub-21.

O Milan não teve paciência para esperar o jogador se desenvolver e o vendeu, mas o jogador não guarda nenhuma mágoa do clube, pelo contrário. Ele agradece aos rossoneri pela sua formação. “Você sempre quer chegar ao topo imediatamente, mas é a dedicação para trabalhar que ajuda você a atingir seus objetivos. Eu quero aproveitar esta oportunidade para dizer que eu irei ser grato ao Milan por toda a minha vida, e eu sempre irei desejar o bem a eles”, disse o meio-campista.

“O Milan foi a minha casa e, portanto, nunca falamos mal de nossas casas. Apesar de tudo que foi dito, agradecerei sempre ao Milan. As coisas não aconteceram como deveriam, mas eu sempre irei falar bem do Milan”, afirmou Locatelli, formado pelo clube de Milão.

Quando esteve no Milan, Locatelli foi alçado ao posto de estrela depois de um golaço no clássico contra a Juventus, em uma vitória por 1 a 0. Ele admite, hoje, que não estava preparado para as expectativas que foram muito altas.

“O gol contra a Juventus foi uma espada de dois gumes. Fiquei muito feliz em marcar contra aquele goleiro [Gianluigi Buffon], um gol daqueles contra um campeão foi incrível. Então, se tornou difícil de administrar, porque sempre era cobrado para marcar gols espetaculares, as expectativas foram aos céus e isso tornou complicado. Eu não estava pronto. Mas agora eu vejo as coisas de modo diferente e eu estou ciente que o gol irá permanecer na história e certamente no meu coração”, comentou o jogador.

Nesta temporada, o Sassuolo, de Manuel Locatelli, é o segundo colocado, com 15 pontos, atrás justamente do ex-clube do meio-campista, o Milan, que tem 17. Locatelli fez sete jogos, com dois gols marcados. Foi capitão do time no jogo contra o Napoli, quando marcou de pênalti um dos gols da vitória por 2 a 0.

Pelo Sassuolo, Locatelli já chegou a 72 jogos, ultrapassando os jogos pelo Milan, que foram 63, e certamente com um papel muito mais relevante. Na Serie A como um todo, o jogador já tem uma certa experiência, com 117 jogos disputados.

A seleção italiana, com Locatelli, faz amistoso com a Estônia e depois dois jogos contra Polônia e Bósnia, pela Liga das Nações. Confira os jogos do dia na Programação de TV.