Depois de ficar oito meses afastado dos gramados na temporada passada por lesão no joelho, o volante Lucas Leiva sofreu um novo problema, desta vez muscular, que o tirará pelos próximos três meses. A lesão na coxa foi sofrida logo no início do jogo contra o Manchester City, no domingo.

“Não há palavras para descrever o que estou sentindo no momento. Tem sido difícil ser otimista, mas eu tenho certeza que dias melhores virão. YNWA”, escreveu o jogador na sua conta no Twitter (@LucasLeiva87).

Sem Lucas, volante com mais desarmes na temporada 2010/11 da Premier League, o técnico Brendan Rodgers terá que mudar as características táticas do time. Joe Allen, contratado junto ao Swansea, deve fazer o papel de primeiro homem de marcação. Jonjo Shelvey, que substituiu Lucas no jogo contra o City, é um meia adaptado a posição de meia central.

Quem pode ganhar espaço com isso é Nuri Sahín, contratado por empréstimo de um ano junto ao Real Madrid, que pode exercer a função de primeiro homem na saída de bola. A estreia do jogador turco, inclusive, pode ser já no domingo, contra o Arsenal, clube que tentou o contratar também.