Um dos clássicos mais quentes do mundo foi realizado neste fim de semana. O dérbi de Belgrado agitou a 24ª rodada do Campeonato Sérvio e, embora dentro de campo não tenha havido muitas emoções, o clima no estádio do Estrela Vermelha foi mais uma vez espetacular, às vésperas da bola rolar. O placar final, de 1 a 1, ficou melhor para os donos da casa, que lideram a tabela com seis pontos de vantagem sobre o Partizan, segundo colocado.

LEIA MAIS: O lamentável episódio de racismo que fez Everton Luiz deixar o campo em lágrimas na Sérvia

Antes de a bola rolar, nos grandes jogos do Leste Europeu, a torcida fez o seu festival de fogos e sinalizadores, com direito até mesmo a um mosaico brilhante em que, suponho, tentaram escrever Zvezda (estrela) ou Crvena (vermelha), mas não foram muito bem sucedidos.

Com a bola rolando, o Partizan teve duas boas chances de marcar antes de o Estrela Vermelha abrir o placar, em um gol irregular. O costarriquenho John Ruiz se esforça para evitar que a bola saísse pela linha de fundo e dá o passe que termina no gol de Guelor Kanga. No entanto, a bola saiu, como as imagens mostram claramente:

O Partizan partiu para cima para tentar o empate e só conseguiu aos 42 minutos do segundo tempo, quando Vulicevic cruzou da lateral direita para Djurdjevic completar com categoria.