O atacante Edinson Cavani fez um pedido formal à diretoria do PSG para ser negociado, segundo o diretor esportivo Leonardo. O uruguaio, que tem 32 anos e completa 33 no dia 14 de fevereiro, tem contrato com o clube parisiense até o final da temporada, em junho. O seu nome tem sido muito especulado para deixar a França, de clubes espanhóis até os Estados Unidos.

Depois do jogo contra o Lorient pela Copa da França, neste domingo, Leonardo falou à imprensa sobre o assunto. “Nós sempre dissemos a mesma coisa. Nós estávamos esperando que ele ficasse no clube, mas hoje [domingo] ele pediu para sair. Nós estamos estudando a situação. Nós tivemos uma proposta do Atlético de Madrid, mas a proposta não corresponde ao valor do jogador”, explicou o dirigente.

Cavani foi contratado em julho de 2013 por € 64,5 milhões depois de dois anos de sucesso pelo Napoli. No PSG, o uruguaio fez história, com 269 jogos e 195 gols, tornando-se o maior artilheiro da história do clube. Ele deixou para trás o seu ex-companheiro de clube, Zlatan Ibrahimovic, que marcou 156 gols enquanto esteve na capital francesa.

O pedido de Cavani tem a ver com a contratação do atacante Mauro Icardi, de 26 anos, que chegou por empréstimo da Internazionale, mas que se tornou titular desde que chegou. Primeiro, porque Cavani estava machucado no início da temporada, o que o promoveu no time. Depois, pelo desempenho em campo. Na atual temporada, são 21 jogos, contando todas as competições, e 17 gols marcados.

Por sua vez, Cavani tem 14 jogos, com cinco gols marcados. A diferença seve mais claramente no número de minutos jogados. Cavani tem 568 minutos na temporada, enquanto Icardi tem 1.392. Está claro que Cavani se tornou a segunda opção do técnico Thomas Tuchel para ser o centroavante do time, uma vez que o ataque ainda tem outros jogadores como Neymar, o craque do time, e Kylian Mbappé.

O Atlético de Madrid quer levar o jogador, em um elenco que o camisa 9 é Álvaro Morata e que tem ainda Diego Costa – que tem sofrido com muitas lesões. Cavani é especulado também no Inter Miami, clube de David Beckham, que estreará na MLS nesta temporada.

Cavani certamente tem mercado pela Europa, se assim quiser. Resta saber se esse seu pedido formal para deixar Paris despertará mais interesse de outros clubes.