É, definitivamente, o fim de uma era no Bayern de Munique. Arjen Robben e Franck Ribéry marcaram um salto de qualidade no clube desde a última década. Com ambos, os bávaros tiveram dois grandes protagonistas para dominar (mais do que nunca) a Bundesliga e também para reconquistar a Liga dos Campeões em 2012/13. Pois, meses depois que o holandês anunciou sua saída do clube, o francês também confirma que não permanecerá. Neste domingo, a diretoria emitiu uma nota agradecendo ao craque e declarando que ele não renovará seu contrato, a se encerrar ao final da temporada.

“Quando cheguei à Baviera, um sonho se tornava verdade. Não será fácil me despedir, mas nunca devemos nos esquecer o que conquistamos juntos. Foram mais de 20 títulos”, declarou o ponta. Assim como Robben, Ribéry não confirmou se pendurará as chuteiras ou se buscará uma nova aventura à sua carreira, aos 36 anos. Ainda assim, o Bayern oferecerá um grande jogo de despedida às suas duas lendas em 2020. Nada mais justo a dois caras que potencializaram as forças dos bávaros. Desde que chegou à Allianz Arena, em 2007, Ribéry acumulou 123 gols em 422 partidas. Abaixo, um pouco do sucesso construído nestes 12 anos: