Numa quarta-feira em que os brasileiros seguiram com 100% de aproveitamento na fase de grupos da Copa Libertadores, os times do Equador também merecem seu destaque. Independiente del Valle e LDU Quito conquistaram duas excelentes vitórias na rodada. Enquanto os Negriazules bateram o Barcelona por 3 a 0 em Guayaquil, os Albos repetiram o placar contra os reservas do River Plate no Estádio Casa Blanca. Já o Delfín quase cometeu o crime contra o Olimpia, mas teve que se contentar com o empate por 1 a 1 em Manta.

Em excelente momento após a conquista da Copa Sul-Americana, o Independiente del Valle não quis nem saber da boa campanha do Barcelona nas preliminares. Em pleno Estádio Monumental, os Negriazules amassaram os Toreros por 3 a 0. Marca da equipe de Miguel Ángel Ramírez, as trocas de passes em velocidade funcionaram bem e permitiram o placar amplo. Numa grande jogada coletiva, Gabriel Torres abriu a contagem para o Del Valle aos dez minutos do segundo tempo. Já na reta final da partida, depois que Mario Pineda foi expulso e deixou o Barcelona com um a menos, Christian Ortíz e Cristian Pellerano ampliaram aos visitantes.

Horas depois, seria a vez da LDU martelar o River Plate em Quito. Pensando na rodada final do Campeonato Argentino, os millonarios escalaram apenas reservas no Estádio Casa Blanca e sequer contaram com Marcelo Gallardo. Sem ter nada a ver com isso, os Albos aproveitaram e construíram saldo com o triunfo por 3 a 0. Franklin Guerra abriu o placar de cabeça, aos 15 minutos, e Cristian Borja ampliou aos 36, aproveitando o cruzamento de Luis Ayala. Já no segundo tempo, depois que o goleiro Enrique Bologna foi expulso do lado argentino, Junior Sornoza fechou a contagem para os equatorianos cobrando pênalti.

Por fim, o Delfín esteve próximo de derrotar o Olimpia no Estádio Jocay. Os paraguaios até abriram o placar aos cinco minutos, graças a um gol contra de Luis Cangá. Os Cetáceos decretaram o empate por 1 a 1 no segundo tempo, numa lambança da defesa franjeada que Martín Alaníz não perdoou. O Delfín ainda chegou a acertar o travessão três vezes ao longo da noite. A partida também marcou a estreia de Emmanuel Adebayor na Libertadores. O centroavante saiu do banco a dez minutos do fim, no lugar de Roque Santa Cruz, mas pouco fez para tentar evitar o tropeço dos olimpistas no Equador.

Enquanto o Independiente del Valle lidera o Grupo A, com os mesmos três pontos que o Flamengo, a LDU Quito salta à frente no Grupo D – que ainda contará com a partida entre Binacional e São Paulo nesta quinta-feira. Já no Grupo G, Delfín e Olimpia estão atrás do Santos, que derrotou o Defensa y Justicia na abertura da chave.