O veterano Jermain Defoe é o cara dos gols do Sunderland nesta temporada. É, também, uma das únicas coisas boas dos Black Cats na campanha catastrófica que estão fazendo. Não fosse pelo atacante, os lanternas da Premier League estariam em lençóis ainda piores, se é que tem como. Por ser o ponto de luz no meio da escuridão antagônica provocada no Stadium of Light, Defoe foi convocado para a seleção inglesa após três anos. E ele voltou para o time nacional com o faro de gol apurado que demonstra ter no clube, fazendo um dos dois gols da Inglaterra sobre a Lituânia, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo na Rússia. Convocação e gol estes que, somados ao desempenho de Defoe no jogo, fizeram o técnico Gareth Southgate até falar sobre uma possível ida do veterano para a Copa.

LEIA MAIS: Reconhecido pelos gols com o Sunderland, Defoe volta à seleção inglesa após três anos

“É um momento ótimo para ele. Defoe estava emocionado por estar de volta à seleção. Acho que ele curtiu esta semana imensamente”, falou o agora treinador do English Team após a partida contra os lituanos. “Ele vem sendo um bom veterano para se ter dentro do elenco. Tanto em termos da forma como ele é treinado, seu profissionalismo, que tem sido um ótimo exemplo para os jogadores mais jovens, quanto em termos de técnica, com ele mandando bem nas finalizações no treino e no jogo contra a Lituânia. Eu teria apostado que ele faria um gol em algum momento na partida de hoje, então eu acho que ele tem feito um impacto bastante positivo sobre todo mundo”, afirmou ainda, antes de entrar no assunto convocação para Copa do Mundo, que é algo que já está praticamente garantido pelos ingleses, líderes isolados do grupo F com 13 pontos.

“Acho que temos que olhar sempre para quem está em forma. Não sei se podemos hierarquizar em relação à convocação, porque jogadores que estão jogando bem merecem oportunidade. Se nós quisermos ter sucesso, precisamos ter essa competição por vagas na seleção”, comentou Southgate. “A realidade é que sempre iremos perder jogadores por conta de lesões. Então é importante que nós possamos contar com jogadores como o Jermain. Se ele continuar marcando gols na Premier League e jogando bem como ele tem feito nesta temporada, não há motivo para ele não jogar a próxima Copa”. Com ele, porém, compete o também veterano e maior artilheiro da seleção Wayne Rooney, além de jogadores mais novos que estão em situações melhores com seus clubes, como Harry Kane e Daniel Sturridge.

Defoe tem 34 anos e acumula 14 gols e duas assistências nesta temporada em 31 jogos pelo Sunderland. Se ele for para a Copa do Mundo na Rússia, esta será sua segunda participação na competição intercontinental entre seleções. Em 2006, Jermain foi muito bem nas Eliminatórias, mas não foi inserido no time da Copa uma vez que Rooney voltou de lesão. Em 2010, ele não somente compôs o elenco inglês na competição, como também fez o gol que fez a Inglaterra conseguir a classificação para as oitavas de final. Em 2014, ele não foi chamado, mesmo tendo participado das Eliminatórias e marcado seu 17º gol pela seleção na fase classificatória. No entanto, ele foi um dos jogadores que ficaram na lista de “standby”, que entrariam na equipe caso alguém se machucasse ou algo do tipo.