Nada fácil a tabela do Newcastle. Depois de vencer o Manchester City, viajou a Londres para enfrentar o Tottenham em Wembley. O bloqueio armado por Rafa Benítez mais uma vez complicou a vida de um time do topo da tabela, mas Heung-Min Son decidiu a parada, com a colaboração do goleiro Martin Dubravka: 1 a 0 para os Spurs, temporariamente vice-líderes da Premier League. 

LEIA MAIS: Pochettino: “Não somos um time construído para ganhar a Premier League ou a Champions”

Durante a maior parte do tempo, foi um jogo ataque contra defesa de manual. O Tottenham rondou a área do Newcastle, com seguidos cruzamentos perigoso. Embora Dubravka tenha precisado fazer apenas uma defesa, houve duas bolas cortadas quase em cima da linha que poderiam ter dado a vantagem aos donos da casa. 

Uma das ausências do Tottenham no mês de janeiro, convocado pela Coreia do Sul para a Copa da Ásia, Son havia retornado ao time contra o Watford, quando fez o gol do empate da vitória por 2 a 1. Aos 38 minutos do segundo tempo em Wembley, foi novamente decisivo. Llorente, dentro das suas capacidades fazendo um bom trabalho para substituir Kane, escorou de peito. O sul-coreano dominou driblando a marcação e soltou a perna de fora da área. Dubravka deixou a bola passar por baixo dele. 

Terceira vitória seguida do time de Mauricio Pochettino, sofrendo com lesões e com a pressão de ter sido eliminado das duas copas inglesas. Mas, no Campeonato Inglês, assumiu a vice-liderança pelo menos até o City enfrentar o Arsenal, neste domingo.