Mattijhs De Ligt é uma das sensações do futebol europeu no momento. Capitão do Ajax, com apenas 19 anos, o zagueiro ganhou o prêmio Golden Boy do jornal italiano Tuttosport, para o melhor jogador sub-21, e é especulado em clubes gigantes, como o Barcelona. Uma entrevista da Rádio Catalunya trouxe um elogio importante para o jovem: do técnico da seleção holandesa Ronald Koeman.

LEIA MAIS: De Ligt fatura o prêmio Golden Boy e brinca: “Messi ou Ronaldo? Prefiro jogar com Ziyech”

De Ligt soma 89 partidas pelo Ajax, desde sua estreia em 2016, e defendeu a seleção holandesa 13 vezes, inclusive em todos os minutos das quatro partidas da Liga das Nações, na qual a Laranja classificou-se às semifinais sob o comando de Koeman. “Ele será o melhor zagueiro do mundo em dois anos”, afirmou Koeman, que acredita que De Ligt encaixaria muito bem no Barcelona.

“Ele tem 19 anos e joga em uma posição importante. Ele é o capitão do Ajax e da sua escola. Isso quer dizer que é a da escola do Barcelona porque significa que ele tem muita qualidade técnica e noção tática”, analisou o treinador, que também elogiou o companheiro de De Ligt, o meia Frenkie de Jong, também especulado no Barcelona – e no Paris Saint-Germain.

“De Jong tem 21 anos e pode jogar em duas posições, como volante com três meias, ou como interior (um pouco mais avançado, posicionando-se ao lado de outro meia). Ele pode e deve melhorar no ataque, como na bola final, dando assistências, chutando de longa distância”, afirmou.

Koeman também comentou o próximo passo da carreira das duas promessas. “Eles são dois típicos jogadores holandeses que tiveram uma boa educação no meu país. São muito bons e muito jovens e têm um grande futuro pela frente. Os dois têm decisões a tomar, porque há interesse de muitos times pelos dois jogadores, assim como do Barcelona. No fim, nem tudo é sobre dinheiro. O mais importante é que continuem jogando todas as semanas”, encerrou.