Ver Falcão humilhar os goleiros do futsal aplicando uma carretilha é até comum. Mas quantas vezes você viu um lance parecido no futebol de campo, mesmo na várzea? Juan Agudelo executou o movimento característico do craque das quadras, mas pode se gabar por ter protagonizado um lance tão difícil quanto.

Já acertado com o Stoke City, o atacante de 20 anos faz suas últimas partidas pelo New England Revolution. E deixou um bom motivo para a torcida lembrar-se dele por um bom tempo neste sábado, na vitória por 2 a 0 sobre o Chicago Fire. Com o calcanhar, encobriu o goleiro. E o tento só não teve mais brilho porque o zagueiro tentou tirar em cima da linha, limitando o lance à validação do auxiliar.

“Eu apenas pensei que a bola vinha um pouco mais lenta. Foi puro instinto. Talvez tenha sido uma ginga sul-americana, eu não sei. Estou apenas feliz que tenha entrado. Estava esperando os juízes validarem. Foi uma sensação incrível quando o auxiliar levantou a bandeira para dizer que era gol”, declarou Agudelo. Convenhamos, anular um golaço desse seria até crime.