Os 35 anos de idade podem até pesar sobre as pernas de David Villa. Entretanto, em uma liga de baixa exigência como a americana, o matador espanhol continua rendendo muito bem. Durante os seus dois primeiros anos na MLS, somou 41 gols em 65 partidas, brigando pela artilharia em ambas as edições do campeonato e ainda levando o prêmio de melhor jogador na última. E o veterano parece empenhado a faturar a Chuteira de Ouro em 2017. Já balançou as redes 11 vezes em 17 jogos na competição, atrás apenas de Nemanja Nikolic na lista de goleadores. Mais do que isso, vem se empenhando para buscar algum título ao New York City.

Brigando pelas primeiras posições da Conferência Leste, rumo aos playoffs, os celestes venceram o Minnesota United nesta quinta por 3 a 1. Triunfo que teve mais uma bela contribuição de Villa para fechar o placar. O camisa 7 recebeu um belíssimo passe de Jack Harrison, antes de destroçar a zaga adversária. Tudo bem, a falta de qualidade do outro lado é gritante. Mas não dá para negar a fúria do senhor de 35 anos, ao aplicar uma caneta, deixar outro marcador no chão e mandar a bola no cantinho. Sempre é bom reverenciar os grandes.