O Manchester City não deu espaço a surpresas neste domingo (25). Fora de casa, a equipe bateu o Bournemouth por 3 a 1, chegando a sete pontos em três jogos na Premier League. Como de costume, os Cityzens tiveram um Sergio Agüero decisivo, um David Silva influente e, claro, Raheem Sterling indo às redes.

Apesar do bom começo do time de Eddie Howe no jogo, não demorou para que o City colocasse as coisas em ordem. Aos 15 minutos do primeiro tempo, Zinchenko tocou a bola para o meio da área, e, livre Kevin De Bruyne pegou mal na bola. Porém, bem posicionado, Agüero apareceu para completar e fazer o 1 a 0.

Aos 43 minutos, Bernardo Silva mandou a bola para David Silva, e o espanhol acertou um passe preciso, cortando a linha de defesa do Bournemouth, para Raheem Sterling, ágil e impiedoso, dominar e bater de bico na saída do goleiro Ramsdale para fazer 2 a 0.

O Bournemouth respondeu ainda no primeiro tempo. Harry Wilson, destaque na rodada passada com um golaço, mas que começara no banco de reservas neste domingo, havia entrado no lugar de Charlie Daniels, lesionado, e, de falta, aos 48 da primeira etapa, acertou um golaço, em cobrança irrepreensível, sem chances para Ederson: 2 a 1.

Ainda que não tenha se intimidado com o adversário e terminado até com mais finalizações que os visitantes, o Bournemouth viu no City um desafio pesado demais para suportar. Aos 19 minutos, aproveitando ótima jogada de David Silva na área dos oponentes, Agüero apareceu para marcar o 3 a 1. Foi o gol de número 235 do argentino pelo Manchester City, levando seu total na carreira a 400.

Outra marca que vale nota ficou com o próprio David Silva. O espanhol fez sua 400ª partida com a camisa dos Cityzens, o primeiro jogador do clube a alcançar a marca desde Paul Power, que defendeu a equipe por 11 anos e deixou Manchester há 33 anos, em 1986. O camisa 21 coroou o dia especial com duas assistências e como ator importante no centro do jogo ofensivo do time de Pep Guardiola.

Por mais que o técnico tenha ótimas opções para o meio de campo e o estilo de jogo deva prevalecer acima de quaisquer que sejam as peças, o City irá sentir falta de seu capitão Silva. O meia já anunciou que deixará o clube ao fim da temporada, fechando um ciclo de dez anos em que ajudou a catapultar a equipe de Manchester a um novo patamar. Justamente com atuações como a deste domingo.