Johan Cruyff não possui boas relações com a diretoria do Barcelona, mas nem por isso deixou de ressaltar o trabalho do ‘pupilo’ Pep Guardiola. Em entrevista ao jornal catalão Ara, o holandês avaliou como surpreendente o trabalho do treinador desde que e assumiu a equipe principal blaugrana.

“Agora olho para trás e vejo que deixei gente que vê e pensa o futebol como eu. O que tem feito Guardiola é colocar as coisas em seus devidos lugares. Você contrata um jogador que é muito bom na equipe dele, mas tem que fazê-lo jogar no melhor time do mundo”, disse.

“Quando o Guardiola foi escolhido para ser treinador, ninguém sabia que ele seria tão bom, 95% das pessoas não estavam convencidas. Agora, não há segurança sobre quem o substituirá, não se vê. Depende dos detalhes, da qualidade, do caráter e da mentalidade”.

Hoje treinador da seleção da Catalunha, Cruyff aproveitou a ocasião para se comentar sua relação atual com o clube no qual atuou e treinou: “No Barcelona só querem o meu nome, os meus conhecimentos. Por isso, não empresto o meu nome a ninguém que não me defende”.