Cristiano Ronaldo recebeu a bola pela direita da intermediária e tinha um infeliz marcador que precisava impedir uma das jogadas que ele melhor faz. O português avançou em direção à área, com toques curtos na bola, pedalou, abriu para a perna direita e desferiu um chute rasteiro e forte no canto do goleiro para, bem ao seu estilo, abrir o placar da vitória por 2 a 1 sobre o Bologna, neste sábado, com Sinisa Mihajlovic de volta ao banco de reservas dos visitantes após completar sua segunda série de quimioterapia.

O gol de Ronaldo, porém, foi rapidamente cancelado pelo empate de Danilo, que pegou a sobra do bico da grande área, sem chances para Gianluigi Buffon. No começo do segundo tempo, após uma jogada bem bizarra na qual nenhum jogador do Bologna parecia capaz de ficar em pé, Pjanic resolveu a parada com um chute de perna direita no canto de Lukasz Skorupski.

Skorupski, aliás, foi o grande motivo de o placar não ter sido mais amplo. A Juventus teve pelo menos três grandes oportunidades, duas com Higuaín e outra com Ronaldo, para fazer o terceiro gol, mas parou em grandes defesas do goleiro.

E Buffon foi o grande motivo de o placar não ter sido igualado. Nos acréscimos do segundo tempo, último ato da partida, o Bologna acertou uma bola no travessão em cobrança de falta, mas, na sequência da jogada, Federico Santander emendou uma bicicleta à queima-roupa que testou os reflexos do veterano goleiro.

Conclusão: os reflexos do veterano goleiro estão em dia.

.

Classificações Sofascore Resultados

.