Cristiano Ronaldo vai bem na Itália. O atacante, de 33 anos, contratado por € 117 milhões no início da temporada, tem até agora 19 jogos e 11 gols pela Juventus, além de sete assistências. Em entrevista à Gazzetta dello Sport, o português foi muito elogioso aos seus companheiros de Juventus e também falou sobre Lionel Messi, com  quem dividiu o protagonismo no futebol mundial jogando na mesma liga desde 2009 (ele no Real Madrid e Messi no Barcelona) até a mudança nesta temporada para a Juventus. Disse que gostaria de ver o camisa 10 do Barcelona atuando na Itália. Certamente muitos times gostariam de contar com o argentino em algum momento também.

LEIA TAMBÉM: Filmada das arquibancadas, a perfeição de Messi nas faltas fica ainda mais clara (e sensacional)

 

Quando perguntado se algum jogador o impressionou mais e ele dá uma resposta que coloca o seu time lá no alto. “Não é justo citar apenas alguns, mas posso dizer que este é o melhor grupo que já joguei. Aqui nós somos uma equipe, em outros lugares alguém se sente maior que os outros, mas aqui eles estão todos na mesma linha, são humildes e querem vencer. Se Ddybala ou Mandzukic não fizeram gols, você ainda os verá felizes, sorrindo. Para mim é lindo, eu vejo a diferença. Até mesmo no Real Madrid eles são humildes, mas aqui… Eu sinto que são mais. É muito diferente do Real Madrid, isso é mais uma família”, afirmou Ronaldo.

O português foi perguntado sobre eventualmente enfrentar o Real Madrid nas fases eliminatórias da Champions League (os dois clubes estão classificados em seus grupos), se ele pudesse escolher. “Para mim, dá no mesmo. O passado já passou, agora eu quero vencer pela Juventus, tenho que defender essas cores e o resto não conta. Seu eu jogasse contra o Real Madrid, tentaria dar o meu melhor”, afirmou o atacante.

Há rumores que a Juventus tentaria a contratação de outros jogadores e um dos especulados é Marcelo, mas também se fala em Isco. Perguntado dos rumores, Ronaldo mais uma vez elogia o próprio time. “Eu vejo vocês escreverem sobre James [Rodríguez, atualmente no Bayern], Bale, Asencio, mas sou honesto, a Juventus não precisa de outros jogadores. Você deve falar com o presidente. No futuro, não sei. Marcelo é forte, abrimos as portas para jogadores bons e Marcelo é um deles”, afirmou o camisa 7.

Uma das grandes rivalidades do mundo entre os jogadores é entre Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, embora nunca tenha sido agressiva, muito pelo contrário. Os dois costumam se elogiar, embora disputem há 10 anos os prêmios de melhores do mundo ano após ano. Depois de nove anos atuando na mesma liga, o repórter pergunta se Cristiano Ronaldo sente falta de Messi.

“Não, eu não sinto falta dele. Eu já joguei na Inglaterra, Espanha, Itália, Portugal, na seleção, enquanto ele está na Espanha. Talvez ele sinto mais falta de mim… Para mim, a vida é um desafio, eu gosto de fazer as pessoas felizes. Eu gostaria que ele viesse para a Itália um dia. Como eu aceitei esse desafio. No entanto, se ele está feliz por lá, eu o respeito. Ele é um jogador fantástico, um cara bom, mas não sinto falta dele aqui. Esta é a minha nova vida e estou feliz”, disse Cristiano Ronaldo.


Os comentários estão desativados.