É quase um senso comum quando falamos que o Campeonato Italiano é taticamente forte e que normalmente os times se posicionam defensivamente melhor do que em comparação com outras ligas pela Europa. Desta vez, porém, quem fala é Cristiano Ronaldo, 34 anos, jogador da Juventus e um dos grandes jogadores da sua era – e dos grandes da história. Ronaldo comparou com outros lugares onde jogou, Portugal, Inglaterra e Espanha, e para o português, a Serie A é o país mais complicado para marcar gols.

LEIA TAMBÉM: A Juve escalou os reservas e, mesmo assim, Kean foi fenomenal para destruir a Udinese

“Eu sou feliz na Itália e em uma liga tão competitiva”, afirmou o português ao DAZN, em entrevista exclusiva ao serviço do qual é embaixador. “Minha experiência tem sido muito boa até aqui. Eu me sinto bem comigo mesmo. Eu me sinto bem na liga italiana e é uma liga difícil de jogar”, afirmou o jogador. “Na minha opinião, é a mais difícil para os atacantes. É uma liga com muita qualidade. Eu não esperava que a liga italiana tivesse tanta qualidade”.

“Eu estou feliz, minha família e meus filhos estão felizes. Tudo é positivo. Nós nos adaptamos bem, minha família ama a Itália. É um estilo de vida diferente, um país diferente, uma língua diferente e uma cultura diferente, mas eu me adaptei bem. Eu vivo longe de casa desde que eu tinha 11 anos, então não tive problema me adaptando. Eu fui para a Inglaterra quando eu tinha 18 anos, para Madri quando tinha 25 e Turim com 33”, conta Ronaldo.

“Não é difícil para mim adaptar a um país ou cultura diferente. Eu não sinto falta da Espanha ou de Portugal. As coisas são o que são. Obviamente, eu deixei muitos amigos, eu saí de um grande clube. Eu deixei um clube que me deu muito amor, torcedores, amigos… Contudo, eu não sinto falta do país porque eu tenho as mesmas coisas aqui. Não foi difícil para mim”, disse ainda o português, dono da camisa 7 da Juventus. “Tudo foi muito intenso, interessante e diferente, mas eu me adaptei bem e estou muito feliz”.

“Na minha opinião, é mais difícil marcar gols na Serie A que em La Liga, que é mais aberta”, descreveu Ronaldo. “Os times assumem mais riscos lá, enquanto a prioridade aqui é defender bem e depois atacar. Na Espanha, não é o que acontece. Lá o jogo é sempre mais aberto”, explicou o português. “Eu também joguei na Inglaterra por cinco anos, mas eu ainda acho que é mais difícil marcar gols na liga italiana”.

Em 35 jogos nesta temporada pela Juventus, Cristiano Ronaldo marcou 21 gols. Ele tem a difícil missão de tentar a virada pela Juventus diante do Atlético de Madrid, pela Champions League, nesta terça (17h). Na Serie A, a Juventus vai nadando de braçada e é líder com 18 pontos de vantagem para o segundo colocado, Napoli.