Quem nunca reuniu os amigos do bar para jogar um campeonato amador? Agora, imagina se você pudesse contar com um jogador que já disputou Copa do Mundo e marcou mais de 100 gols pelo maior clube da cidade? O Bar Savoy, de Bérgamo, deu essa sorte.

Cristiano Doni adora frequentar o estabelecimento e vai dar uma mãozinha para os companheiros de copo na Liga Nacional de Futebol Amador, da Itália. O ex-meia de 40 anos foi suspenso por cinco anos e meio do futebol em 2011 por causa do seu envolvimento em um esquema de manipulação de resultados de partidas da Atalanta na segunda divisão italiana, chegou a ser preso preventivamente, confessou o crime e se aposentou.

Doni, cidadão benemérito de Bérgamo, passa mais tempo em Mallorca, na Espanha, onde abriu um negócio, do que na Itália, mas voltou semana passada e já arrumou confusão. No último sábado, ele agrediu um fotógrafo a serviço do Corriere della Sera que tentava tirar fotos do ex-jogador com sua família em uma praça no centro da cidade.

Na terça-feira, ele entrou em campo pelo Bar Savoy no primeiro amistoso de preparação para o campeonato amador, que começa em outubro. Mesmo com Doni em boa forma, a equipe perdeu por 4 a 2 e parece que vai precisar de mais do que um atacante que atuou duas vezes pela seleção italiana na Copa do Mundo de 2002. Talvez reduzir um pouco a cerveja.