Uma final Boca Juniors e River Plate é de uma rivalidade imensa. É de se imaginar que o clima de tensão e ansiedade seja imenso, o que causa preocupação em autoridades pelo país. Em meio à imensa rivalidade, há também o sentimento de crianças da quarta série do Colégio Martín Buber que fazem pedidos utópicos, é verdade, mas muito emocionantes do que deveria ser a rivalidade, sempre dentro de campo, esportivamente.

LEIA TAMBÉM: Coração acelerado: Torcedor do Boca vai casar no dia do jogo de volta da final da Libertadores

O vídeo foi produzido pelos alunos em conjunto com seus pais. Nas imagens, jogam futebol com camisas de Boca e River, misturados. E os pedidos vão desde medidas bastante simbólicas até algo bastante utópico. “Queremos pedir aos técnicos que façam uma conferência de imprensa depois da partida”, dizem as crianças no vídeo.

“Aos jogadores, que tirem uma foto todos juntos e os que perderem aplaudam os que ganhem”, continuam as crianças. “Que os presidentes vejam a partida juntos no estádio”, um pedido bem mais simples. “E que os sócios de River e Boca possam desfrutar um belo churrasco juntos”. Por fim, sonham que os jogadores “estejam de acordo com as propostas, incluindo a imprensa”.

O tamanho do jogo faz torcedores sonharem com a vitória, mas é com a derrota que há preocupação maior. Por isso, pensando nesses dois duelos históricos na Bombonera e no Monumental, o vídeo com as crianças termina com um pedido: “Não percamos a paixão, tampouco a cabeça”. As crianças, meninos e meninas, vestem camisas dos dois times, abraçados entre si, lembrando que, no fim das contas, é uma competição esportiva.

Assista ao vídeo:


Os comentários estão desativados.