Já se foram quatro meses desde a tragédia que comoveu o mundo inteiro, a que envolveu a Chapecoense e jornalistas que acompanhavam o time rumo à Colômbia. De lá para cá, muitos clubes ofereceram solidariedade aos catarinenses, mas poucos fizeram de fato algo pelo Verdão do Oeste. Ainda que hoje a Chape esteja superando as dificuldades decorrentes da fatalidade, o mundo do futebol não pode esquecer o que aconteceu. Jogadores de destaque como Fernando Torres, David de Gea, Diego Costa e Kaká ofereceram sua solidariedade aos familiares das vítimas.

VEJA TAMBÉM: Gesto de amizade: Chapecoense ganha camisas autografadas dos 20 clubes do Espanhol

Assim como os colombianos, que foram profundamente incríveis e prestativos desde o momento do resgate até o do translado dos corpos para o Brasil, os espanhóis têm se disponibilizado à Chapecoense. Depois das camisas autografadas pelos 20 clubes de La Liga entregues ao Verdão, foi a vez de um jornalista do Marca chamado Fabián Torres ter um gesto de imensa nobreza em respeito às viúvas. Junto com dois empresários brasileiros, ele fez acontecer um projeto para arrecadar dinheiro em ajuda às esposas dos 19 jogadores que faleceram. Como? Perguntando se atletas que atuam ou atuaram no futebol europeu, sobretudo na Espanha, gostariam de colaborar doando camisas autografadas para leilão.

Conforme conta em matéria publicada no Marca nesta quinta-feira, Fabián recebeu diversas respostas afirmativas. E entre os futebolistas já enviaram seus uniformes estão desde astros como De Gea, Fernando Torres, Filipe Luis, Kaká e Diego Costa, a outros representantes de clubes menos expressivos da Espanha, como Petros, Luciano e Sidnei. Todos os autógrafos e mensagens podem ser vistos neste álbum publicado por Fabián Torres no Marca, e as camisas serão disponibilizadas no site Bazar Sports em breve.