Portsmouth e Southampton compõem o principal clássico do extremo sul da Inglaterra. O South Coast Derby foi disputado pela primeira vez há 120 anos e possui 139 encontros, 70 deles por competições oficiais. Ao longo das últimas temporadas, entretanto, o embate se tornou mais raro, com os dois times alternando divisões. O duelo mais recente havia acontecido em 2012, pela Championship, antes que os Saints se firmassem na Premier League e o Pompey despencasse em sua crise interna. Nesta terça, depois de sete anos, os rivais voltaram a se encontrar. Quis o destino que ambos se pegassem pelos 16-avos de final da Copa da Liga Inglesa. E quem comemorou foi o Southampton, com uma histórica goleada por 4 a 0. Os alvirrubros não venciam em Fratton Park desde 1984.

Favorito óbvio para o encontro, o Southampton faz um começo de temporada razoável na Premier League e ocupa o 13° lugar – apesar da derrota recente para outro rival local, o Bournemouth. Enquanto isso, o Portsmouth atravessa um momento difícil na League One, a terceira divisão. Depois de rondar o acesso na campanha passada, o Pompey agora aparece uma posição acima da zona de rebaixamento, com seis pontos em sete rodadas. E a diferença entre as equipes ficou evidente em Fratton Park, para frustração dos 16 mil torcedores da casa, abafados pelos 2 mil visitantes.

O nome do jogo foi Danny Ings. O atacante realizou um sonho de infância. Nascido em Winchester, cidade nos arredores de Southampton, ele cresceu torcendo para os alvirrubros. Sua carreira seguiu outros rumos desde a base, mas o camisa 9 pôde se transferir ao time de coração em 2018 e, no primeiro clássico, teve o gosto de brilhar. Depois de um início de partida no qual o Portsmouth criou chances para sair em vantagem, Ings anotou os primeiros dois gols dos Saints, ainda no primeiro tempo. Já na etapa complementar, Cédric Soares e Nathan Redmond garantiram os outros tentos dos visitantes. Pela importância do embate, o técnico Ralph Hasenhüttl não quis saber de poupar forças e escalou a equipe praticamente completa.

O resultado se coloca entre as maiores goleadas da história do clássico. O triunfo mais elástico do South Coast Derby em competições oficiais foi registrado em 1906, durante a Copa da Inglaterra, quando o Southampton bateu o Portsmouth por 5 a 1 no antigo estádio The Dell. O duelo desta terça iguala a diferença pela primeira vez desde então e se torna a maior chacoalhada de um dos times como visitante. Além disso, os Saints também ampliam sua hegemonia no confronto. Nas 70 partidas oficiais, são 34 vitórias dos alvirrubros, contra 21 dos azuis.

“Nunca me esquecerei dessa noite. O clima estava fantástico até o fim e marcar quatro gols é especial. Esse resultado vale mais que a classificação, ele toca o coração dos torcedores. Estou muito feliz por eles. Sabia que seria um jogo enorme para a torcida e acho que não começamos bem, mas os jogadores estavam cientes que precisavam lutar por cada centímetro em campo. Nunca senti essa atmosfera antes em um estádio. Esperava que isso acontecesse de uma maneira em que pudéssemos também celebrar o futebol. Se você vir a esse jogo, saberá por que o futebol é tão popular na Inglaterra”, comentou Hasenhüttl.

O resultado garante o Southampton nas oitavas de final da Copa da Liga. Acima disso, vale o direito de desfrutar a goleada sobre os rivais por mais alguns anos. Infelizmente, as perspectivas ao próximo encontro não são breves. Resta aguardar a sorte nas copas para que a rivalidade volte a se incendiar na costa sul da Inglaterra.