Álvaro Morata arrancou sozinho do meio-campo e teve muito tempo para pensar no que faria. Talvez tempo demais. Na hora de finalizar, foi barrado pela ótima defesa de Joel Robles, que conseguiu espalmar à trave. Se perdeu o gol mais fácil, acabaria marcando o mais difícil. Completou de letra o cruzamento rasteiro de Ángel Correa, que saiu do banco de reservas para fazer um gol e dar uma assistência, e fez 2 a 0 para o Atlético de Madrid, antes de Marc Bartra descontar para o Betis, nos acréscimos.

Correa entrou aos 12 minutos do primeiro tempo no lugar do improdutivo Thomas Lemar e precisou de apenas um minuto em campo para abrir o placar. Bateu a carteira Álex Moreno, driblou o goleiro e tocou para o gol vazio. Aos 39 da etapa final, fez a jogada pela direita e cruzou para Morata completar de letra. A bola ainda pegou em Robles antes de entrar.

Bartra descontou no fim, mas era tarde demais. O Atlético de Madrid termina o ano em quarto lugar, a sete do líder Barcelona, enquanto o Betis está apenas em 13º.

.

.

Classificações Sofascore Resultados

.