Mais sobre a Copa Ouro
As 12 seleções participantes
Como foram as eliminatórias

A Concacaf foi fundada em 1961, mas demorou 30 anos para consolidar sua competição de seleções. Na realidade, a Copa Ouro, criada em 1991, é apenas o resultado final de uma série de tentativas de organizar um torneio entre os países das Américas Central e do Norte e do Caribe.

 

Na realidade, os primeiros torneios na parte de cima do continente americano são mais antigos que a própria Concacaf. Na década de 1940, surgiram duas confederações na região. México, Estados Unidos, Cuba e Canadá criaram a NAFC (North American Football Confederation), enquanto que o istmo e o Caribe tinham a CCCF (Confederación Centroamericana y del Caribe de Fútbol).

As duas entidades organizaram seus torneios de seleções. Na NAFC, o México foi hegemônico ao vencer as duas edições disputadas, em 1947 e 1949. Na CCCF foi possível realizar uma competição com mais constância. Entre 1941 e 1961, foram 10 edições do Campeonato da CCCF, com sete títulos da Costa Rica e um de El Salvador, Panamá e Haiti.

A Concacaf surgiu com a fusão da CCCF com a NAFC. Em 1963, a nova entidade organizou sua primeira competição de seleções, com título da Costa Rica. Até 1971, houve edições bienais do torneio, com México e Costa Rica dominando o quadro de campeões (dois títulos cada). Por problemas financeiros, o Campeonato da Concacaf não se sustentou. A partir de 1973, a confederação vinculou o torneio às eliminatórias para a Copa do Mundo. Foi assim até 1989.

Em 1990, um fato novo mudou essa trajetória descendente. Os países da América do Norte recriaram a NAFC para disputar um torneio entre eles. Foram duas edições (1990 e 1991, com um título do Canadá e outro do México), o suficiente para as federações desses países e patrocinadores descobrirem o caminho para uma competição de seleções de toda a Concacaf.

Ainda em 1991, a nova versão da NAFC fechou e surgiu a Copa Ouro. Para sobreviver, a competição teria forte centralização em Estados Unidos e México, dois maiores mercados do futebol na Concacaf e origem dos recursos para bancar o torneio. Os norte-americanos sediaram todas as edições da competição, sendo duas delas, em 1993 e 2003, em conjunto com os mexicanos.

A primeira edição foi conquistada pelos norte-americanos com uma vitória nos pênaltis sobre Honduras, após empate sem gols no tempo normal. Foram necessárias oito cobranças de cada lado para definir o resultado de 4 a 3. O México, que não havia disputado a Copa do Mundo de 1990 por uma suspensão imposta pela Fifa, caiu diante dos Estados Unidos nas semifinais.

Em 1993, o México deu o troco com uma campanha arrasadora. Com exceção de um empate por 1 a 1 com o Canadá, na primeira fase, El Tri goleou todos os adversários: 9 a 0 na Martinica, 8 a 0 no Canadá, 6 a 1 na semifinal contra a Jamaica e 4 a 0 na final contra os Estados Unidos.

A Copa Ouro crescia mais que o futebol do continente. Assim, a organização decidiu reforçar o torneio trazendo seleções de outras partes do mundo. Em 1996, o Brasil se tornou o primeiro participante convidado. A Seleção foi representada pela equipe sub-23 que disputaria o Pré-Olímpico. Os garotos de Zagallo, com Caio e Sávio como destaques, não resistiram ao México na decisão disputada no Memorial Coliseum de Los Angeles: 2 a 0.

O terceiro título consecutivo do México veio em 1998. O Brasil participou novamente, desta vez com a seleção principal, mas teve uma participação decepcionante. Depois de empates com Jamaica e Guatemala, a verde-amarela acabou em segundo lugar no grupo, atrás dos Reggae Boyz, que disputariam a Copa do Mundo daquele ano. Nas semifinais, outro vexame. Vitória dos Estados Unidos por 1 a 0, com gol de Preki e uma grande atuação do goleiro Kasey Keller. Luis Hernández fez o gol solitário dos mexicanos na final.

Para 2000, o número de participantes foi ampliado para doze, com três convidados de fora: Colômbia, Peru e Coréia do Sul. Os dois sul-americanos fizeram uma das semifinais, com vitória colombiana por 2 a 1, mas o título ficou para o Canadá, que protagonizou a surpresa do torneio ao eliminar o México nas quartas-de-final.

Os sul-coreanos, que não passaram da primeira fase em 2000, voltaram à Copa Ouro dois anos depois e alcançaram as semifinais, graças a uma vitória nos pênaltis sobre o México nas quartas-de-final. O Equador, que meses depois jogaria a Copa do Mundo, também participou, mas não passou em um grupo que tinha Canadá e Haiti. O Rose Bowl foi palco da vitória dos Estados Unidos por 2 a 0 sobre a Costa Rica na decisão.

Em 2003, Brasil e Colômbia foram os convidados novamente – os brasileiros, outra vez, com o time pré-olímpico. O México jogou toda a competição em casa e alcançou a decisão sem sustos. O Brasil de Kaká, Diego e Nilmar, que estreou perdendo para os mexicanos, voltou a encontrá-los na final depois de passar por Colômbia e Estados Unidos. Em um estádio Azteca lotado, o México teve de esperar a prorrogação para marcar o gol do título. O time de Ricardo La Volpe terminou a competição sem sofrer gols.

Os convidados para 2005 foram Colômbia e África do Sul – ambos eliminados por um surpreendente Panamá, que liderado por Luis Tejada, chegou até a final. O título só não foi para o país do canal porque os Estados Unidos venceram nos pênaltis, depois do 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação.

Para 2007, nenhuma seleção foi convidada – as 12 participantes são filiadas à Concacaf. Sinal de que o futebol das Américas Central e do Norte e do Caribe não está mais tão centralizado e já apresenta seleções de nível técnico digno até em países de quase nenhuma tradição.

OS CAMPEÕES

Copa Ouro
1991: Estados Unidos
1993: México
1996: México
1998: México
2000: Canadá
2002: Estados Unidos
2003: México
2005: Estados Unidos

Copa da Concacaf / Eliminatórias para Copa do Mundo
1963: Costa Rica
1965: México
1967: Guatemala
1969: Costa Rica
1971: México
1973: Haiti
1977: México
1981: Honduras
1985: Canadá
1989: Costa Rica

Copa da CCCF
1941: Costa Rica
1943: El Salvador
1946: Costa Rica
1948: Costa Rica
1951: Panamá
1953: Costa Rica
1955: Costa Rica
1957: Haiti
1960: Costa Rica
1961: Costa Rica

Copa da NAFC
1947: México
1949: México
1990: Canadá
1991: México


Os comentários estão desativados.