A Argentina é um dos grandes países quando se trata de Copa do Mundo. Dois títulos, em 1978 e 1986, além de muitas participações importantes em tantas outras. O que falar de craques, que já começaram brilhando desde a primeira edição, em 1930, até atualmente, com Lionel Messi, mas passando por nomes gigantescos como Mario Kempes e Diego Armando Maradona, um dos maiores de todos os tempos. O livro “Copa Loca”, dos jornalistas Celso de Campos Júnior, Giancarlo Lepiani e Tales Torraga, conta muitas histórias da Argentina ao longo das Copas do Mundo. O livro será lançado em São Paulo, nesta quinta-feira.

LEIA TAMBÉM: As Copas em 5 de junho: Maradona faz o primeiro gol da campanha que o tornaria imortal

Como um aperitivo do que vem por aí, e é coisa boa, evidentemente, os autores nos mandaram um dos capítulos. O capítulo 12 traz a história da Copa do Mundo 1978, um Mundial cheio de controvérsia pelo que acontecia fora de campo na Argentina, a ditadura militar. Entre generais e dirigentes, havia uma Copa, havia povo e a ânsia argentina de levantar uma taça que lhe tinha escapado outras vezes. Você pode ler esse capítulo abaixo.

Se você for de São Paulo, pode aproveitar para conferir o lançamento do livro. “Copa Loca” será lançado nesta quinta-feira, dia 7, a partir das 19h. Confira o convite e prestigie!