Copa do Mundo

Ucrânia vira contra Coreia do Sul, é campeã mundial sub-20 e mantém hegemonia europeia

A Ucrânia conquistou o seu primeiro título na história da Copa o Mundo sub-20 neste sábado, na Polônia. Em uma final de duas surpresas, contra a Coreia do Sul, os ucranianos saíram atrás no marcador logo nos primeiros minutos, mas teve força para virar o jogo e sair de campo com a taça. Assim, se torna a quarta seleção europeia a vencer a competição desde 2013, quando a França, de Paul Pogba, levantou a taça. Em 2015, o título ficou com a Sérvia e em 2017 com a Inglaterra.

[foo_related_posts]

Caminhos para a final

A Ucrânia ficou no Grupo D, com Estados Unidos, Nigéria e Catar. Ficou em primeiro no grupo com sete pontos ao vencer Estados Unidos (2×1), Catar (1×0) e empatar com a Nigéria (1×1). A Coreia do Sul ficou no Grupo F e acabou em segundo lugar, com seis pontos, mesma pontuação da líder Argentina, que teve saldo melhor. Perdeu para Portugal (1×0), venceu a África do Sul (1×0) e venceu a Argentina (2×1).

Nas oitavas de final, a Ucrânia enfrentou o Panamá e atropelou, 4 a 1. A Coreia do Sul fez um clássico local contra o Japão e venceu por 1 a 0. Em seguida, a Ucrânia, nas quartas de final, venceu a Colômbia por 1 a 0. Os sul-coreanos empataram um jogaço contra Senegal por 3 a 3, mas venceram nos pênaltis por 3 a 2. Nas semifinais, a Ucrânia venceu a Itália por 1 a 0, em um jogo polêmico (um gol da Itália nos acréscimos do segundo tempo foi anulado depois de intervenção do VAR). A Coreia do Sul venceu o Equador por 1 a 0 na outra semifinal.

Craques da camisa 10

Os dois times chegaram de forma surpreendente à final da Copa do Mundo sub-20, e os destaques de cada um dos times joga com a camisa 10. No lado ucraniano, Serhii Buletsa, do Dynamo Kiev. Fez três gols nesta Copa do Mundo sub-20, além de duas assistências. Já o destaque sul-coreano é Lee Kang-in, meia, canhoto, que tinha feito um gol e quatro assistências no caminho até a final. Ele é jogador do Valencia.

Lance polêmico revisado pelo VAR

O jogo mal tinha começado e já teve polêmica. Um lance pela direita, com Lee Kang-in, O árbitro pareceu em dúvida e o lance passou, mas ele foi chamado pelo VAR. Revisou o lance no monitor e confirmou: pênalti para a Coreia do Sul. Lee Kang-in, craque do time e camisa 10, cobrou com categoria e tranquilidade para marcar 1 a 0, aos quatro minutos.

Bate e rebate dentro da área

A Ucrânia chegou ao empate com um lance que o craque do time, Buletsa, jogou a bola na área, a defesa sul-coreana afastou mal e a bola sobrou para Vladyslav Supriaha, que finalizou para empatar o jogo, 1 a 1, aos 31 minutos.

Virada com um pouco de sorte

Aos oito minutos do segundo tempo, Yukhym Konoplia dividiu a bola com a marcação sul-coreana e a bola sobrou como um passe perfeito para Vladyslav Supriaha, que dominou dentro da área, em velocidade, e finalizou cruzado para marcar 2 a 1 e virar o jogo.

Contra-ataque mortal

Com a Coreia do Sul pressionando e posicionada no ataque, a Ucrânia estava pronta para o bote para mais um contra-ataque que fosse acabar com o duelo. E ele veio, aos 44 minutos. Depois de um erro de passe, Giorgi Tsitaishvili interceptou a bola, na sua intermediária ofensiva e avançou com muita, muita velocidade. Passou na correria pela marcação e, ao entrar na área, fuzilou de pé esquerdo, cruzado, e saiu para o abraço: 3 a 1 para a Ucrânia e, então, título garantido.

Uefa se aproxima da Conmebol

O título da Ucrânia leva a Uefa a 10 títulos da Copa do Mundo sub-20. Fica a apenas um título da Conmebol, que tem 11 títulos (seis da Argentina, cinco do Brasil). Além dos dois continentes, a CAF, Confederação Africana de Futebol, também tem um título, com Gana. AFC, da Ásia, Concacaf, da América do Norte, Central e Caribe, e OFC, da Oceania, nunca conquistaram o título.

Ficha técnica

Ucrânia 3×1 Coreia do Sul

Local: Stadion Widzewa Lodz, em Lodz
Árbitro: Ismail Elfath (Estados Unidos)
Gols: Lee Kangin aos 5’/1T (Coreia do Sul), Vladyslav Supriaha aos 34’/1T (Ucrânia)
Cartões amarelos: Hyun-woo Kim, Lee Jaiek, Oh Sehun (Coreia do Sul), Yukhym Konoplia (Ucrânia)

Ucrânia: Andriy Lunin; Yukhinm Konoplia, Oleksandr Safronov, Valeriy Bondar, Danylo Baskorovayny e Viktor Korniienko; Giorgi Tsitaishvili, Oleksiy Khakhlov (Maxym Chekh), Kyrylo Dryshlyuk e Serhii Buletsa (Oleksii Kashchuk); Vladyslav Supriaha (Danylo Sikan). Técnico: Oleksandr Petrakov

Coreia do Sul: Gwanf-Yeon Lee; Hwand Tahyeon, Ji-Sol Lee, Hyun-woo Kim, Lee Jaeik e Jun Choi (Lee Kyu-Hyuk); Jo Yeong-uk (Jeon Se-Jin), Se-Yun Kim (Um Won-Sang) e Jungmin Kim; Lee Kangin e Oh Sehun. Técnico: Chung Jungyong

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios? Aí é falta desleal =/

A Trivela é um site independente, que precisa das receitas dos anúncios. Desligue o seu bloqueador para podermos continuar oferecendo conteúdo de qualidade de graça e mantendo nossas receitas. Considere também nos apoiar pelo link "Apoie" no menu superior. Muito obrigado!