Copa do Mundo

Enyeama pede uma força para o juizão porque estava difícil segurar o Messi

Intervalo de Nigéria x Argentina. Os platinos vencem por 2 a 1, dois gols de Messi. O segundo foi em uma cobrança de falta perfeita, que o goleiro Enyeama nem tentou defender (ou tentou defender com os olhos). Coitado. Minutos antes, o nigeriano havia feito uma defesa espetacular em uma falta bastane parecida. Acertar uma era possível, mas duas já era pedir demais.

LEIA MAIS: Presidente da Nigéria teve que intervir para impedir greve da seleção

Por isso, o goleirão foi bater um papo com o árbitro italiano Nicola Rizzoli na volta para o segundo tempo. O diálogo e a tradução vão abaixo:

Enyeama: “Ainda tenho que jogar contra o Messi. E vocês dão para ele um monte de faltas. Já deram dois nessa partida. Não é?”
Rizzoli: “É muito difícil, entendo o que você está falando. É muito difícil.”
Enyeama: “Deram dois, três, quatro. E ele quer cobrar sempre. Ele pega muito bem na bola, é muito bom.”
Rizzoli: “Eu sei, eu sei. Mas você também é bom.”
Enyeama: “Estou tentando, porque ele é muito bom. Se ele não é bom, eu sou merda.”
Rizzoli: “Se você não fosse bom não estaria aqui.”

Mostrar mais

Ubiratan Leal

Ubiratan Leal formou-se em jornalismo na PUC-SP. Está na Trivela desde 2005, passando por reportagem e edição em site e revista, pelas colunas de América Latina, Espanha, Brasil e Inglaterra. Atualmente, comenta futebol e beisebol na ESPN e é comandante-em-chefe do site Balipodo.com.br. Cria teorias complexas para tudo (até como ajeitar a feijoada no prato) é mais que lazer, é quase obsessão. Azar dos outros, que precisam aguentar e, agora, dos leitores da Trivela, que terão de lê-las.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo